Amparo inicia a Operação Verão 2016/2017

A Defesa Civil de Amparo participa todos os anos da Operação Verão. A Operação Verão (2016/2017) é um evento que ocorre todos os anos e tem seu início em 1º de dezembro e término em 31 de março, podendo ser prorrogado este prazo dependendo das condições de tempo, e é um evento de suma importância, coordenado pela CEDEC – SP – Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, com o intuito de monitorar as áreas consideradas de risco nos municípios paulistas, suscetíveis a escorregamentos, que é o caso da cidade de Amparo.

A Operação Verão, da qual a cidade de Amparo participa, por meio de adesão voluntária, conta com um PCDC – Plano de Contingenciamento de Defesa Civil, e as ações são deflagradas mediante o controle dos índices de chuvas no município.

Assim ficou estabelecido, após pesquisas,  que o índice de chuvas que marca o início dos trabalhos da Defesa Civil dentro deste PCDC é o de 80mm de chuvas acumuladas em 3 dias consecutivos, ou 72h. A partir deste índice a Defesa Civil trabalha com os estágios de Observação, Atenção, Alerta e Alerta Máximo.

São várias as ações deflagradas em função dos índices de chuvas e todas estão previstas dentro deste PCDC. O município de Amparo também está amparado pelo seu próprio PCDC que contém todas as áreas de risco do município mapeadas desde 2013 pelo CPRM – Serviço Geológico do Brasil. O PCDC de Amparo contempla várias ações, todas elas deflagradas pelos altos índices de chuvas no município.

Além disso, a cidade de Amparo, também conta com o auxílio de sua Regional de Defesa Civil, a REDEC I5 (Regional de Defesa Civil I5) situada na Cidade de Campinas. Hoje a cidade de Amparo possui 5 pontos de medição dos índices de chuvas. São três Estações de Medição de Automáticas, do CEMADEN – Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, localizadas nos seguintes pontos:

– Estação de Tratamento de Água – ETA IV – no Conselho Distrital de Arcadas;

– Estação de Tratamento de Esgotos – ETE – no Bairro do Barrichello, e

– Parque Adalgiso Batoni – PAB – Rod SP 360 – sentido Amparo – Serra Negra.

Além destas, existem mais duas Estações de Medição Semi-Automáticas instaladas nos seguintes locais:

– Estação de Tratamento de Água – ETA II – na Rua

– Estação de Tratamento de Água – ETA III – localizada na Rua Gilmar Guidi, no Conselho Distrital de Três Pontes;

Há ainda uma Estação Metrológica que também fornece dados importantes, que pertence ao CIIAGRO – Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas do IAC – Instituo Agronômico de Campinas.

Estas Estações de medição das chuvas no município são importantes para saber quanto foi o volume de chuvas da cidade em um período de 24h e qual será a sua implicação em caso de as chuvas continuarem com a mesma intensidade até perfazerem os 80mm de chuvas acumuladas em 72h, necessárias para deflagrar as várias ações previstas nos PCDC – Planos de Contingenciamento de Defesa Civil, tanto da CEDEC – SP, quanto as do próprio município.

A Defesa Civil de Amparo também conta com um Telefone de Emergências, o Telefone 199, que pode ser acionado a qualquer hora do dia ou da noite (24h) durante todo o período da Operação Verão.

O PCDC – Plano de Contingenciamento de Defesa Civil, além de monitorar os índices de chuvas,  também prevê o acionamento do SIMPDEC – Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil, que é formado por todas as Secretarias Municipais, para atender às demandas, cada qual no âmbito de sua competência, das ações de Defesa Civil, quando em situação de emergência.

Matéria: Moisés de Camargo

verao

Foto: Reprodução

  

Comentários