Aromaterapia restabelece e melhora a saúde física, mental ou emocional do indivíduo, como preconiza OMS

Docente do Senac Mogi Guaçu explica a finalidade de cada óleo essência para ambientes residencial e profissional

O uso das essências de plantas aromáticas na medicina, na culinária e em cerimônias religiosas vem se consumando cada vez mais no tratamento complementar. Tanto que desde março a aromaterapia está entre as dez Práticas Integrativas e Complementares (PICS) que passaram a compor os atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a docente do curso do Senac Mogi Guaçu, Rosangela Cristina Camaroto da Silva, “tem aumentado o interesse e a necessidade de se aprofundar nas propriedades dos óleos; nos seus benefícios”.

A especialista explica que a aromaterapia é uma terapia milenar que ajudar a prevenir e combater a agitação do dia a dia, melhorando a qualidade de vida, por tratar o indivíduo como um todo sem se restringir um único sintoma.  “As propriedades terapêuticas dos óleos essenciais difusores são absorvidas pela corrente sanguínea e metabolizadas no corpo, afetando positivamente a disposição de ânimo, melhorando o bem-estar emocional, seja por meio da estimulação seja por meio do relaxamento.”

Composição dos óleos essenciais

Óleos essenciais são extraídos a partir de folhas, flores, frutos, raízes, sementes e outras partes das plantas. São compostos orgânicos vegetais, concentrados, que evaporam quando expostos ao ar em temperaturas normais, chamados também de óleos voláteis. Por serem altamente concentrados, recomenda-se não ingeri-los ou aplica-los diretamente na pele.

“Embora, os óleos essenciais não tenham contraindicação, eles não devem substituir a medicina convencional. Eles colaboram na manutenção da saúde em geral e do bem-estar, auxiliando no equilíbrio integral do ser, que vem ao encontro do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) preconiza como saúde: restabelecer e melhorar a saúde física, mental ou emocional do paciente”, diz Rosangela.

Casa e escritórios perfumados

Rosangela conta que os aromas sintéticos produzidos em laboratório – como os que trazem cheirinho de bebê ou de bambu, por exemplo – não apresentam fins terapêuticos, apenas perfumam o ambiente. “Eles não carregam em sua composição princípios ativos capazes de produzir efeitos benéficos como os óleos essenciais; então, a dica é dar preferência aos óleos, pois, além de perfumar, ainda trazem benefícios para saúde.” E para deixar o ambiente da casa ou do escritório mais aconchegante, a docente selecionou algumas dicas:

Sala de estar: local de grande fluxo, onde reunimos família e amigos. Para deixar o ambiente alegre e em perfeita harmonia, use essências com tangerina, grapefruit, laranja e cravo-da-índia.

Cozinha: para estimular o apetite e auxiliar na digestão, opte por óleos com aroma de manjericão, alecrim e canela.

Banheiro: utilize aromas refrescantes, que remetam à limpeza. Capim-limão, lavanda e eucalipto vão deixar o banheiro perfumado.

Ambientes de estudo e escritórios: devem estimular a criatividade, a imaginação e a concentração. Assim, a opção são óleos essenciais de laranja, limão, vetivier, ho leaf e alecrim.

Quarto de casal: remete ao descanso e momentos relaxantes.  Para uma atmosfera tranquila e envolvente, a dica é usar ylang-ylang, sândalo, patchouli, gerânio e lavanda.

Quarto de criança: para estimular a imaginação e aventura, é indicado usar óleos de camomila e laranja. Mas, se o objetivo for tranquilizar os pequenos levando a um sono restaurador, o de lavanda é a melhor opção.

Para utilizar os óleos essenciais, bastam cinco gotas para aromatizar em torno de 20 metros quadrados. “Para aplicar na sua casa, há aromatizadores elétricos, sachês de ervas com óleos essenciais, em folhas e flores secas, ou em difusores de cerâmica com velas, ou, ainda, em borrifadores preparados com óleo essencial diluído em álcool de cereais”, explica a docente.

Serviço:

Aromaterapia

Data: de 11 de julho a 3 de agosto de 2018

Horário: segunda, quarta e sexta-feira, das 18h30 às 22h30

Local: Senac Mogi Guaçu

Endereço: Rua Adelino Damião, 55, Jardim Paulista – Mogi Guaçu/SP

Informações: www.sp.senac.br/mogiguacu

  

Comentários