Árvores em risco de desabar são removidas em operação de emergência

A Defesa Civil de Mogi Guaçu coordenou na manhã de segunda-feira, dia 24, uma operação de emergência para remover duas árvores de eucalipto de grande porte que ameaçavam desabar junto à cabeceira da Ponte Metálica à margem esquerda do Rio Mogi Guaçu.

A intervenção preventiva foi necessária para impedir a ocorrência de acidentes depois que galhos das duas árvores foram arrancados pelo vendaval do início da noite anterior. O temporal, de curta duração, atingiu parte da zona Sul da cidade, mas sem causa grandes estragos, mas cidades da região entraram em alerta.

A operação contou com o apoio da Guarda Civil Municipal, que se incumbiu da segurança de pedestres e condutores e do controle do trânsito, que foi parcialmente interditado na Avenida dos Trabalhadores e no acesso à Rua São José, motivo do congestionamento na região central no período da manhã.

A interdição do trânsito foi por questão de segurança para que os grandes troncos fossem puxados por um caminhão antes de serem fracionados para facilitar o transporte. O Corpo de Bombeiros auxiliou a Defesa Civil com um caminhão com escada Magirus para serrar os galhos mais altos da segunda árvore.

As duas plantas estavam infectadas por brocas. A operação começou por volta das 7h30 e terminou pouco antes do meio-dia. O secretário de Serviços Municipais, Luiz Martini Neto, esteve no local. O coordenador da Defesa Civil, Carmelito Osório Silveira, apresentará o relatório completo na quarta-feira.

 


Comentários