Atenção Básica sofre mudanças no atendimento a partir desta segunda-feira

As medidas adotadas pela Prefeitura Municipal de Mogi Mirim para conter o avanço do novo coronavírus (Covid−19) chegam à área da Saúde. A partir desta segunda-feira (23) toda a rede de Atenção Básica do município terá mudanças relacionadas ao fluxo de atendimento, com a redução da rotina e manutenção de atendimentos prioritários e urgentes.

As ações englobam diversas áreas dentro da rede pública municipal em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), no Centro de Especialidades Médicas (Cem) e estarão em vigor por tempo indeterminado.

O objetivo é evitar aglomerações e incentivar a permanência da população em casa, conforme determinação do Ministério da Saúde e medida adotada em todo o Estado de São Paulo.

 

Agendamentos, Consultas e Exames de Rotina

A partir de amanhã serão atendidos somente gestantes e recém-nascidos agendados, crianças, adultos e idosos com queixas de urgência avaliadas pelo enfermeiro, pacientes com urgência para aplicação de vacina e coleta de exames de urgência (hemodengue, sorologia e urgência indicada pelo médico).

Os procedimentos terão como seleção a urgência do caso, avaliados pelos enfermeiros, assim como os curativos que poderão ser realizados uma vez por semana, acompanhado da entrega de insumos para que o usuário faça a troca em seu próprio domicílio.

Os usuários prioritários ou de urgência serão avaliados pelo enfermeiro e atendidos em seus horários agendados, a fim de evitar aglomerações. Todos serão organizados na sala de espera e recepção com distância de 2 metros.

 

Forma de atendimento

Todos os profissionais deverão utilizar máscaras cirúrgicas (entregues pelas unidades e com orientação correta de uso) com troca a cada 4 horas ou se estiverem úmidas. A Secretaria de Saúde orienta que as equipes tenham cuidado com o manuseio e conservação das máscaras a fim de evitar desperdícios, além de lavar bem as mãos e utilizar álcool em gel 70%.

 

Triagem na entrada das unidades

O enfermeiro, junto à equipe de enfermagem e os recepcionistas, farão a triagem de cada paciente na entrada das unidades e no Cem, permitindo o ingresso somente para quem for enquadrado como caso de urgência.

Aqueles que não apresentarem casos em que exista a extrema necessidade de atendimento, serão orientados a irem para casa, mantendo isolamento domiciliar. Os profissionais devem reforçar os cuidados com a saúde para evitar a contaminação pelo coronavírus.

 

Síndrome gripal

Pacientes com síndrome gripal serão conduzidos com máscara cirúrgica para atendimento imediato. A Secretaria de Saúde solicita que as unidades deixem um consultório separado e arejado para essas situações.

Em caso com mais de um paciente, a orientação é que todos utilizem as máscaras e sejam levados para ambientes arejados ou externos antes de serem chamados para o consultório médico.

A prioridade serão pessoas a partir de 60 anos, quem estiver com falta de ar, portadores de comorbidades, imunodeprimidos, gestantes e puérperas.

 

Medicamentos

Haverá continuidade na entrega de medicamentos considerados de urgência, como antibióticos, antigripais e analgésicos (remédios para dor) e conforme avaliação do enfermeiro e farmacêutico. Munícipes que fazem uso de medicamentos variados, como de diabetes, hipertensão, entre outros, em sua maioria formada por idosos, público mais suscetível ao novo coronavírus, não ficarão sem os remédios.

O setor de Farmácia estuda coletar o nome e contato dos usuários, posteriormente repassados à Farmacêutica responsável, para que viabilizem a separação dos materiais e entrega nas próprias unidades e no Cem, mediante aviso telefônico. Isso diminuiria a aglomeração e evitaria a saída dos idosos de suas residências, acatando a determinação das autoridades.

Os usuários que necessitem retirar medicação de urgência, serão encaminhados às farmácias, respeitando a distância demarcada pelo farmacêutico.

 

Odontologia

O setor de Odontologia também atende, a partir desta segunda feira, somente casos considerados de urgência, tanto nas UBSs como no Cem. Os serviços oferecidos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) serão suspensos por prazo indeterminado.

Devem procurar atendimento usuários que realmente estiveram em situação de urgência. A medida, assim como em toda a rede, tem como foco evitar aglomerações e frear o avanço do novo coronavírus.

 


Comentários