Câmara sedia primeira reunião da Unidade Gestora do Projeto Nascentes de Holambra

A Câmara sediou na última sexta-feira, dia 15 de julho, a primeira reunião da Unidade de Gerenciamento do Projeto(UGP) Nascentes de Holambra. O grupo é formado por representantes da Agência PCJ, das Secretarias Municipais de Meio Ambiente de Jaguariúna e Holambra, Câmara Municipal de Holambra, SAEHOL, CATI( Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) e ONG Suprema. A UGP tem como função principal acompanhar as ações em andamento e as que serão desenvolvidas pelo Projeto Nascentes de Holambra, para verificar se as metas estão sendo cumpridas, e em caso negativo, conhecer as dificuldades e propor ações para solucioná-las.

O Projeto Nascentes de Holambra tem como objetivo promover a recomposição de Áreas de Preservação Permanente(APP) ao redor de nascentes e ao longo de curso d’água, tais como, rios, riachos, ribeirões e córregos, com mudas de espécies nativas, de modo que haja um incremento na oferta e qualidade da água. Também existem outras ações auxiliares de conservação de solo, reservação de água e saneamento básico.

Como ações de conservação de solo, há a construção de terraços (curvas de nível) e a realização de subsolagem nas propriedades rurais. Em relação às estradas rurais, estão previstas adequações de modo que o tráfego seja facilitado e não haja transporte de sedimentos para os corpos d’água.

Segundo Marcelo Ewert, chefe da Casa da Agricultura de Santo Antônio de Posse e engenheiro agrônomo da CATI, para um número reduzido de propriedades rurais serão oferecidas fossas sépticas biodigestoras e construção de reservatórios impermeabilizados para o acúmulo das águas de chuva que caem sobre os tetos das estufas. Todas estas ações são gratuitas. Para maiores informações contatar a Casa da Agricultura de Holambra, que funciona na Prefeitura Municipal, através do telefone 3802-8000, ou demais parceiros do Projeto.

camaraholambra

  

Comentários