Caminhada marca o Dia da Conscientização da Violência contra o Idoso

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria de Assistência Social, organizou uma caminhada com os idosos atendidos no Centro Dia do Idoso para lembrar o Dia Internacional de Conscientização da Violência contra o Idoso, celebrado dia 15 de junho. Os idosos caminharam do Centro Dia até o Parque dos Lagos acompanhados por um carro de som bastante animado.

Segundo a secretária de Assistência Social, Andrea Dias Lizun, existem diversos tipos de violência e os números são assustadores. “De acordo com o Disque 100, número em que se denuncia violência contra os idosos, 77% das denúncias são contra negligência, 51% violência psicológica, 38% abuso financeiro e 26% violência física e maus tratos. Não podemos aceitar, temos que proteger nossos idosos”, afirmou a secretária.

Para a Coordenadora do Centro Dia, Marielen Rossetti, somente meios legais, como o Estatuto do Idoso, por exemplo, não bastam para que o idoso receba o tratamento que é devido. “O combate à violência deve ser iniciado, prioritariamente, por uma revisão das nossas crenças sobre o que é ver velho, além de conhecer quais são os direitos de quem já viveu muito. Iniciativas como essa precisam acontecer, pois auxiliam nesse movimento de transformação”, disse.

A Caminhada do Dia de Conscientização da Violência contra o Idoso faz parte do trabalho da Prefeitura de Jaguariúna em busca do selo Cidade Amiga do Idoso. Jaguariúna executa políticas públicas que oferecem qualidade de vida aos idosos da cidade, como o Centro Dia. O local oferece atendimento médico, psicológico e atividades físicas e culturais a pessoas com mais de 60 anos.

“Os idosos passam o dia aqui e recebem assistência completa durante esse período. Acreditamos que envelhecer com dignidade e qualidade de vida é mais que ter acesso a remédios, é praticar atividade física, estar em contato com outras pessoas, ter aula de música, de artes, enfim, um atendimento completo”, afirma Andrea.

  

Comentários