Campanha de Doação de Sangue é realizada em Jaguariúna

Matéria: Paula Partyka

Este sábado, 02, é marcado por um ato voluntário em Jaguariúna. Fazer o bem sem ver a quem, a Campanha de Doação de Sangue visa a mobilização de cidadãos doadores de sangue.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não se trata de visar o período de carnaval e muito menos coincidência. “Trata-se de uma ação regular e rotineira, levada a cabo pela parceria entre a Prefeitura de Jaguariúna, via Secretaria Municipal de Saúde, e o Hemocentro da Universidade Estadual de Campinas da (Unicamp)”.

O Hemocentro da Unicamp mantém um Banco de Sangue Regional e é referência no atendimento aos municípios de sua área de cobertura. Ele fornece sangue para transfusões, ou cirurgias, sempre que necessário e independentemente da origem do paciente, uma vez que o atendimento é pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A Secretaria esclarece que os municípios não mantêm estoque de sangue. Isso cabe ao Hemocentro da Unicamp, que recebe a colaboração das Secretarias Municipais de Saúde que promovem Campanhas de Doação, para manter o estoque regulado.

A Campanha de Doação de Sangue deste sábado, 02, tem início às 8h30 e segue até às 12h, no Hospital Municipal Walter Ferrari. Nos demais dias, basta que a pessoa compareça ao Hospital e se apresente como doador voluntário que será atendido.

Para ser doador é fácil, basta estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50 kg, ter entre 16 e 69 anos, ter se alimentado quatro horas antes e estar bem descansado. Vale lembrar que é indispensável a apresentação de um documento original com foto.

O processo se concretiza somente após cadastro e triagem médica. São 50 minutos para realizar uma doação. São 450ml do seu sangue que podem salvar até quatro vidas.

No caso de estar tomando antibiótico, antiflamatório e medicação crônica a doação deve ser adiada. Em casos de resfriado, o doador deve aguardar até os sintomas desaparecerem, em média sete dias. Grávidas não podem ser doadoras, somente após 1 ano, quando o bebe não depende mais só do leite materno.

Não pode ser doador em hipótese alguma, pessoas portadoras de doenças crônicas, diabetes tipo 1, leucemia, quimioterapia e algumas doenças cardíacas. Também são vetadas as pessoas com evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue.

#Partiudoarsangue
Se você se encaixa nos requisitos e vai fazer parte dessa campanha, poste uma foto no Instagram e marque o JJ. Use também as hastag #jjevoce #jjinforma.

Serviço:
Hospital Municipal Walter Ferrari, localizado na Rua Amazonas, no centro de Jaguariúna. Mais informações: (19) 3867-1122.

 

 


Comentários