Cervejas artesanais trazem variedade a festival gastronômico

As cervejas especiais e gourmets, produzidas de maneira artesanal, o que lhes confere aroma e paladar diferenciados, poderão ser degustadas no Festival Gastronômico Itinerante Sabores da Terra, que tem início neste sábado, dia 18 de março, com festa de abertura no Campus II da Faculdade de Jaguariúna – FAJ, a partir das 11h.

Os amantes de boa cerveja vão encontrar no evento várias opções de geladas oferecidas por cervejarias artesanais, dentre elas a Toca da Mangava – Centro de Cultura Cervejeira, que vem para o festival com bebidas de estilos diferentes e que prometem agradar paladares variados.

No sábado, dia 18 e domingo, dia 19, a nanocervejaria Toca da Mangava vai oferecer ao público cinco rótulos que produz artesanalmente em sua sede localizada entre Sousas e Joaquim Egídio – distritos de Campinas.

Na sua carta, a Toca traz a Black Bird, que resgata o estilo Porter, que surgiu em Londres em 1722. É concebida com água, maltes, lúpulos e levedura. Outra especialidade é a Body&Soul. Trata-se de uma cerveja levemente adocicada, tendo lúpulos nobres fazendo o contraponto ao seu dulçor. Tem aromas que remetem a especiarias e frutas, provenientes dos processos de fermentação e maturação. Seus ingredientes são:água, maltes, açúcar, lúpulos e levedura

Quem gosta de cerveja mais leve vai optar pela Pretty Woman, que é produzida com 100% malte de cevada. Tem amargor sutil e é para ser bebida descontraidamente no dia-a-dia. Nos EUA é visto como um estilo de introdução ao mundo das cervejas artesanais. Sua composição leva água, maltes, lúpulos e levedura. No Festival, Pretty Woman estará com uma promoção: compre 2 copos de 300ml e ganhe mais um copo de 300ml.

Com grande destaque seu aroma cítrico, proveniente da adição em dry-hopping de dois lúpulos norte-americanos: o cascade e o amarillo, a Summer time também pretende conquistar os paladares no primeiro gole com seu amargor equilibrado e corpo médio. Leva água, maltes, lúpulos e levedura para ser produzida.

Por final e não menos importante, pelo contrário, é a sensação do verão, a Toca da Mangava apresenta a leveza da Move!, uma versão mais leve da Pretty Woman. Seu baixo teor alcoólico, na faixa dos 3,5%, e adição de polpa de acerola fazem da Move! uma cerveja para ser bebida a qualquer momento. Após a caminhada, corrida ou bike; na praia ou na piscina; ou mesmo após um dia de trabalho cansativo. A bebida tem água, maltes, lúpulos, levedura e polpa de acerola pasteurizada.

  Slow drinking

Inspirado no movimento Slow Food, que preza pela boa culinária, ingredientes de qualidade e a apreciação de todos os detalhes da gastronomia, a Toca da Mangava também cultiva o espírito do Slow Drinking.

“É uma resposta à constante industrialização da cerveja, que prioriza a quantidade e preço baixo, deixando de lado aspectos fundamentais de uma boa cerveja: ingredientes de qualidade, produção e envase cuidadoso e, principalmente, saborear esse precioso líquido, feito com tanto cuidado e dedicação”, explica Eduardo Sousa, que comanda a Toca ao lado dos sócios José Carlos Pacheco Coimbra, Flávio Pacetta e Alfeu Júlio.

“Portanto, sem pressa, a cerveja que você está prestes a tomar levou muito tempo desde a colheita até chegar ao seu copo. Aproveite cada segundo, cada aroma, cada sabor, pois eles são únicos”, aconselha.

A Mangava

Eduardo conta que nas primeiras brassagens, que serviram de base para a formulação de algumas das cervejas da empresa, tiveram a presença de uma amiga não convidada. Era uma mangava (ou mamangava, dentre outros nomes) que invadia a varanda da casa e parecia querer pular dentro da panela de mosturação, atraída pelo cheiro doce que era exalado durante o processo. “Após um primeiro momento de espanto, tentamos descobrir de onde a vespa vinha, afinal onde era ‘a toca da mangava’?”, recorda.

Com o tempo, ele fala que perceberam que ali, na varanda onde fazíamos a cerveja, aquele lugar era a toca da mangava. Mais tarde, pesquisando sobre o inseto, descobriram que ela tem uma característica fantástica: voa, apesar de as leis da aerodinâmica dizerem que isso seria impossível – já que sua cabeçaé muito grande e as asas são pequenas demais para sustentar o corpo.

“Essa ideia de superação dos limites que nos traz a mangava faz parte da filosofia que a Toca da Mangava – Centro de Cultura Cervejeira se propõe a trazer para você, amante de cervejas e sabores especiais. Nossa nano cervejaria é um espaço exclusivo para quem ama cerveja e quer mergulhar nesse mundo de infinitas possibilidades de sabores, aromas, texturas e harmonizações da bebida”, define.

A Toca da Mangava fica à Av. Cel. Alfredo Augusto do Nascimento, 2000, entre Sousas e Joaquim Egídio (entrada do Malagueta). Os contatos podem ser feitos pelo telefone: (19) 3258.7688, e para quem quer saber mais tem o www.tocadamangava.com.br.

black wood plank texture background

  

Comentários