Conheça a história das categorias de base do automobilismo nacional

BRB Fórmula 4 surge após dez anos sem um campeonato-escola para os jovens talentos brasileiros

George Russell (Mercedes), Lando Norris (McLaren), Pierre Gasly (AlphaTauri), Lance Stroll (Aston Martin), Mick Schumacher (Haas), Yuki Tsunoda (AlphaTauri) e Guanyu Zhou (Alfa Romeo) têm pelo menos dois fatos em comum. Todos são pilotos da atual temporada do Mundial de Fórmula 1. E também começaram suas trajetórias competindo na Fórmula 4, categoria idealizada pela FIA que neste final de semana estreia no Brasil, no Autódromo Velocitta, no interior de São Paulo.

Se o automobilismo brasileiro pode se orgulhar de ter pilotos campeões e vencedores na Fórmula 1, Fórmula Indy e alguns dos maiores nomes da história da Stock Car, muito se deve à força das categorias nacionais de base, que revelaram centenas de talentos ao longo de décadas. As Fórmulas Vê, Super Vê, Ford, Renault e Chevrolet deixaram um inestimável legado. Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Rubens Barrichello, Felipe Massa, Gil de Ferran, Helio Castroneves, Tony Kanaan, Ingo Hoffmann e Lucas Di Grassi, entre tantos outros laureados nomes, foram forjados pelas categorias de base outrora instaladas no Brasil.

Contudo, se antigamente os talentos apareciam em profusão por aqui, nos últimos anos a revelação de pilotos ficou bastante comprometida em razão da falta de uma categoria-escola — primeiro passo nos monopostos depois do kartismo — em âmbito nacional. A última delas, a Fórmula Futuro, deixou de existir há exatos dez anos, período grande demais em se tratando da manutenção de novas gerações com potencial para competir em alto nível.

O BRB Fórmula 4 Brasil certificado pela FIA está sendo implantado no país graças à iniciativa e investimento da Vicar, empresa que também promove e organiza a Stock Car Pro, Stock Series e Turismo Nacional. A meta é oferecer por aqui um campeonato com o mesmo nível do encontrado em vários países, como Itália, Alemanha, França, Espanha, Estados Unidos, México, Dinamarca e Japão, por exemplo. Confira abaixo as principais categorias de base da história do automobilismo brasileiro:

Fórmula Vê
Período: 1967 a 1970
História: O grande incentivador da criação da categoria foi o jornalista Matthias Petrich, brasileiro de origem alemã que escrevia para a revista Autoesporte e defendia a criação de uma categoria no país nos mesmos moldes do que era sucesso nos Estados Unidos e na Europa. A Fórmula Vê tinha mecânica baseada nos carros Volkswagen, mas não contava com apoio da montadora de Wolfsburg. Sem suporte de fábrica e com o palco da maior parte das corridas da categoria, Interlagos, em reformas no fim dos anos 1960, a Fórmula Vê encerrou as atividades em 1970.


Pilotos revelados e destaques:
 Emerson Fittipaldi, Wilson Fittipaldi, Luís Pereira Bueno, José Carlos Pace, Chico Serra

Fórmula Ford
Período: 1971 a 1996
História: Luiz Antônio Greco, chefe da lendária equipe Willys, foi o responsável por estabelecer as bases da Fórmula Ford no Brasil. Com apoio da montadora norte-americana, a categoria foi a mais longeva entre as formadoras de talentos no país e resistiu até meados dos anos 1990.
Pilotos revelados e destaques: Alex Dias Ribeiro, Maurizio Sala, Gil de Ferran, Cristiano da Matta, Ricardo Maurício, Rubens Barrichello, Christian Fittipaldi, Luciano Burti

Fórmula Super Vê
Período: 1974 a 1980
História: Se a primeira versão da Fórmula Vê não teve o apoio da Volkswagen, o cenário foi bem diferente em meados dos anos 1970. Pelas mãos do executivo Wolfgang Sauer, o chamado ‘Homem Volkswagen’ e presidente da divisão da montadora no Brasil entre 1973 e 1989, nasceu a Fórmula Super Vê, responsável por ter revelado alguns dos maiores pilotos do automobilismo brasileiro e mundial.
Pilotos revelados e destaques
: Nelson Piquet, Ingo Hoffmann

Fórmula Chevrolet
Período: 1992 a 2001
História: Os anos de sucesso na Europa com a Fórmula Opel incentivaram a Chevrolet a trabalhar no automobilismo de base no Brasil. Com amplo investimento em marketing esportivo, a montadora se fortaleceu na Stock Car e trouxe a Fórmula Chevrolet, que integrou o projeto chamado Chevrolet Challenge.
Pilotos revelados e destaques: Felipe Giaffone, Felipe Massa, Tony Kanaan, Tarso Marques, Ricardo Zonta, Max Wilson, Helio Castroneves

Fórmula Renault
Período: 2002 a 2006
História: O ex-F1 Pedro Paulo Diniz e o saudoso André Ribeiro, vencedor de corridas na Fórmula Indy, uniram forças e, em acordo com a montadora francesa, trouxeram a Fórmula Renault para o Brasil. A categoria foi a responsável por formar alguns dos nomes que brilham hoje na Stock Car, mas encerrou as atividades no país após retirada de apoio da fábrica.
Pilotos revelados e destaques: 
 Lucas Di Grassi, Daniel Serra, Sergio Jimenez, Allam Khodair, Marcos Gomes, Bia Figueiredo, Julio Campos, Galid Osman, Diego Nunes

  

Comentários