Construção da ETA de Martinho Prado Júnior está em seu estágio final

A construção do reservatório com capacidade para armazenar 1,2 milhão de litros de água, no distrito de Martinho Prado Júnior, entrou em seu estágio final. O reservatório integra a construção da nova ETA (Estação de Tratamento de Água).

O investimento é de R$ 3.336.612,36, com recursos do SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto), para dobrar a capacidade de tratamento e de distribuição de água.  A ETA que hoje abastece as casas do distrito foi inaugurada em 8 de março de 1981, durante a primeira gestão do prefeito Walter Caveanha. Com quase 40 anos de uso, a estação vem trabalhando no limite, tratando 12 litros de água por segundo.

A nova ETA está sendo construída na rua Zulmira de Freitas Costa, onde hoje existe um reservatório de 200 mil litros de água, em terreno do Samae. Neste local está prevista a construção de um módulo de tratamento convencional, com quatro floculadores mecânicos, dois decantadores de alta taxa e quatro filtros rápidos por gravidade de dupla camada filtrante de areia e antracito com capacidade nominal para tratar 25 litros de água por segundo.

Também está em fase final de construção o tanque com capacidade de 50 metros cúbicos; estação elevatória de água tratada, incluindo a construção civil em estrutura de concreto armado e alvenaria e sistema de bombeamento com capacidade de 25 litros por segundo; reservatório apoiado amplo, com capacidade para armazenar 1,2 milhão de litros de água; e casa química e bacia de contenção de produtos químicos.

  

Comentários