Copa Shell HB20: Reis, Gianfratti e Bortoluzzi vencem neste domingo em Interlagos

Segunda corrida fechou a quarta etapa da categoria monomarca. Próxima etapa será em Santa Cruz do Sul (RS) em setembro

A quarta etapa da Copa Shell HB20 foi concluída neste domingo (31) em Interlagos (São Paulo/SP) com a disputa da segunda corrida do fim de semana. Com 44 carros no grid e mais de 50 pilotos inscritos, a categoria monomarca teve Rafa Reis (PRO), Enzo Gianfratti (ELITE) e João Pedro Bortoluzzi (SUPER) como vencedores. O dia marcou o reencontro dos três pilotos com o lugar mais alto do pódio.

Pela classe Pro, Humberto Guerra largou na pole com a inversão de grid, mas não conseguiu manter a sua vantagem, terminando em terceiro lugar. Quem se deu bem nessa história foi Rafa Reis, que saltou de terceiro para primeiro ainda na primeira volta e só precisou administrar os ataques do irmão Leo Reis, que terminou a corrida com apenas 0s262 de diferença. Completam o pódio da categoria: Eduardo Fuentes/Fernando Jr em quarto e Bruno Testa em quinto.

“Hoje tivemos uma disputa que começou tranquila, mas apertou no final. Ontem eu fiquei em terceiro, mas tive uma punição, caí para oitavo e larguei de segundo hoje. Consegui largar bem e no Laranjinha já pular para primeiro, no final meu irmão estava mais rápido e o meu carro começou a ficar mais difícil de pilotar, mas consegui manter e conquistar a vitória”, disse Rafa Reis.

Na classe Elite, quem levou a melhor foi Enzo Gianfratti. Depois de largar da 11ª posição para a segunda corrida, o campeão do ano passado na Super conquistou a sua primeira vitória na categoria Elite e se reencontrou com a vitória. Marcelo Zebra, que largou na ponta na prova, ficou apenas com um oitavo lugar. Arthur Scherer, que venceu a Corrida 1, largou de nono e terminou na segunda colocação hoje. Completam o pódio: Edgar Colamarino em terceiro, Lucas Bornemann em quarto e Leo Rufino em quinto.

“Foi um domingo sensacional. No sábado a gente estava tentando ter bons resultados, mas na corrida conseguimos chegar só em 12º. Para hoje deletamos o Enzo novo e colocamos o chip do Enzo do ano passado e conquistamos esse primeiro lugar”, comemorou Gianfratti.

Na Super, João Pedro Bortoluzzi foi mais um a matar a saudade do topo do pódio. O piloto largou na pole e conseguiu administrar a vantagem durante a corrida para ver a bandeira quadriculada novamente nesta temporada. Agostinho Ardito, que faz dupla com o vencedor de ontem, seu irmão Vito Ardito, largou na nona colocação para terminar com um sexto lugar na categoria. Completam o pódio da Super os pilotos Leando Parizotto em segundo, Victor Andrade em terceiro, Thiago Sansana em quarto e Ricardo Gargiulo em quinto.

“A gente veio de uma fase ruim depois de não completar as corridas no Velocitta. Depois de um terceiro na tomada ontem, tivemos a chance de ganhar e infelizmente teve um erro meu. Com a inversão do grid eu larguei na ponta e eu vim com sangue nos olhos. Eu precisava dessa vitória para me redimir e comemorar com os meus patrocinadores novos e com a torcida aqui em interlagos. Vamos para Santa Cruz tentar manter esses bons resultados”, falou Bortoluzzi, em tom de alívio.

Os pilotos da categoria voltam a se reunir nos dias 24 e 25 de setembro em Santa Cruz do Sul (RS) para a quinta etapa do campeonato.

Resultado da Corrida 2:
1. Rafael Reis (PRO), 13 voltas em 27min58s088
2. Leonardo Reis (PRO), a 0s262
3. Humberto Guerra Junior (PRO), a 9s759
4. Eduardo Fuentes/Fernando Jr (PRO), a 20s079
5. Bruno Testa (PRO), a 20s648
6. Daniel Nino (PRO), a 25s966
7. Luciano Viscardi/Thiago Riberi (PRO), a 27s812
8. Beto Cavaleiro (PRO), a 28s833
9. Francisco Meireles (PRO), a 30s086
10. Alberto Cattucci (PRO), a 30s213
11. Luis Sena Jr/Bernardo Cardoso, a 31s339
12. Chris Bornemann (PRO), a 31s828
13. Enzo Gianfratti (ELITE), a 32s357
14. Arthur Scherer (ELITE), a 35s756
15. João Pedro Bortoluzzi (SUPER), a 36s122
16. Leandro Parizotto (SUPER), a 37s229
17. Edgar Colamarino (ELITE), a 38s534
18. Victor Andrade (SUPER), a 43s445
19. Lucas Bornemann (ELITE), a 43s560
20. Thiago Sansana (SUPER), a 45s487
21. Ricardo Cargiulo (SUPER), a 49s633
22. Leo Rufino (ELITE), a 52s269
23. Ernani Kuhn (ELITE), a 52s913
24. Thaline Chicoski (ELITE), a 58s635
25. Marcelo Zebra (ELITE), a 59s773
26. Agostinho Ardito/Vito Ardito (SUPER), a 1min00s666
27. Thiago Freitas (SUPER), a 1min11s508
28. Diego Peroni/Sandro Siqueira (SUPER), a 1min12s360
29. Thiago Rizzo (SUPER), a 1min14s771
30. Vinicius Bortolozzo/Gustavo Bortolozzo (SUPER), a 1min14s871
31. Ivo Zangirolami (SUPER), a 1min15s957
32. Silvio Gatão (SUPER), a 1min20s091
33. Eduardo Doriguel/Luiz Doriguel (SUPER), a 1min21s880
34. Rogerio Cruzeiro/João Vieira (PRO), a 1min23s047
35. Lukas Beux (SUPER), a 1min34s599
36. Pedro Perdoncini/Romulo Molinari (ELITE), a 1min36s926
37. Marcus Índio (ELITE), a 1 volta
38. Leonardo Martins (SUPER), a 1 volta
39. Bruno Pierozan (ELITE), a 2 voltas
40. Diego Vallini (ELITE), a 3 voltas

NÃO COMPLETARAM
Rafael Velho (SUPER), 6 voltas
Antônio Junqueira (ELITE), 7 voltas
Augusto Freitas (SUPER), 8 voltas
Thiago Lopes (SUPER), 9 voltas

Calendário da Copa Shell HB20 2022:
Etapa 1 – Interlagos – 12 e 13 de fevereiro
Etapa 2 – Goiânia – 19 e 20 de março
Etapa 3 – Velocitta – 14 e 15 de maio

Etapa 4 – Interlagos – 30 e 31 de julho
Etapa 5 – Santa Cruz do Sul – 24 e 25 de setembro
Etapas 6 e 7 – Velocitta – 22 e 23 de outubro
Etapa 8 – Brasília – 19 e 20 de novembro

  

Comentários