Curso de Direito da UniFaj dá suporte jurídico aos campeonatos municipais

Ocorrências que necessitem de julgamento são comuns no mundo do esporte. Mesmo que em menores proporções, essas situações ocorrem também no esporte amador. Essa necessidade motivou o Centro Universitário de Jaguariúna (UniFaj) e a Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer de Jaguariúna (SeJel ) a firmarem uma parceira para solucionar esses casos, que teve início no Amadorzão 2019, iniciado em março desse ano.

A professora da UniFaj, Ana Silvia Marcatto Begalli, explica que o curso de Direito tem oferecido suporte jurídico aos campeonatos de futsal e futebol organizados pela secretaria para casos mais complexos que necessitam de julgamento tais como agressões em campo e conflito entre torcidas. “Os julgamentos ocorrem sob minha supervisão. Todas as competições esportivas, mesmo as amadoras ou amistosas, devem prezar pelos valores da lealdade, do respeito e da disciplina. E a parceria visa proporcionar à população de Jaguariúna o melhor entretenimento, pautado pela ética desportiva”, defende a docente.

Dessa forma, toda segunda-feira, após cada rodada dos campeonatos municipais de futebol e futsal, as ocorrências (quando há) mais graves são encaminhadas à professora Ana. Ela coloca para avaliação e julgamento dos alunos de direito da instituição, coordenando e acompanhando as decisões com base no que diz a lei que rege as ocorrências esportivas, no caso, o futebol.

Para o secretário da SeJel, Rafael da Silva Blanco, essa iniciativa ajuda a normatizar o campeonato. “E evita um desgaste desnecessário entre a SeJel e os dirigentes dos clubes que participam do Campeonato Municipal de Futebol Amador em Jaguariúna”, declara.

  

Comentários