fbpx

Domingo foi dia do Circuito Sesc de Artes

No último domingo, 26, aconteceu em Mogi Guaçu o Circuito Sesc de Artes. A programação começou a ser executada a partir das 17h no Campo da Brahma. Aconteceu diversas apresentações dentre elas dança, circo, música, literatura e artemídia, tudo ao ar livre.

Banda Cachorro Grande foi uma das principais atrações

Banda Cachorro Grande foi uma das principais atrações

O evento contou com a participação da Banda Cachorro Grande que tem 15 anos de estrada e sete álbuns. Na ocasião, a banda apresentou seu novo trabalho, Costa Marfim, uma mistura da psicodelia sessentista com a música eletrônica. O grupo procura fazer uma conexão entre Rio Grande do Sul, São Paulo, Inglaterra e Costa do Marfim.

Na parte de literatura o grupo Muda Práticas de Leitura esteve presente com uma estante móvel montada na praça com diversos livros. A ideia é que os leitores escolham, leiam e interajam com outras pessoas sobre o que já leram, suas visões e histórias. O público conta com o suporte de dois mediadores que auxiliam na seleção das obras. A rua se torna uma biblioteca viva.

O grupo DUO B e Andrei Thomaz mostrou para o público que é possível gerar sua própria trilha sonora, de acordo com a paisagem. Nesta experimentação artística, o objetivo foi criar um rompimento entre o que se vê e o que se ouve.

Já na área de dança o grupo Seis + 1 Cia de dança se apresentou lindamente com a coreografia de footing, o espetáculo teve a abordagem de uma das mais velhas práticas de paquera nas pequenas cidades do interior.

A arte circense também esteve presente no Circuito, o grupo Cia Movimento Armário mostrou um espetáculo em que dois irmãos entram em cena carregando um armário de roupas. Em torno desse móvel, os dois protagonizam suas cenas líricas e cômicas, ao melhor estilo de Chaplin e Jacques Tati. Não faltam malabares, equilibrismo e muitos outros números incríveis.

  

Comentários