Educador possense Dermeval Saviani recebe título de doutor honoris causa da UFPB

O filósofo e educador possense Dermeval Saviani recebeu da Universidade Federal da Paraíba na terça-feira, dia 7 de novembro, no auditório da Reitoria, o título de Doutor Honoris Causa. A entrega da mais importante honraria do mundo acadêmico a Saviani é motivada pela sua extensa produção voltada ao campo da educação, com um pensamento crítico, comprometido com a defesa do ensino público, gratuito e de qualidade, por uma sociedade mais justa e igualitária.

A concessão do título foi propositura do professor-doutor Jorge Fernando Hermida Aveiro, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), em setembro deste ano e aprovada pelo Conselho Universitário (CONSUNI) da UFPB, através da Resolução 07/2017.

Aberta ao público em geral, a solenidade de outorga foi presidida pela Reitora da UFPB, professora Margareth Diniz, sendo a mesa composta pelos professores-doutores Wilson Honorato Aragão, Jorge Fernando Hermida Aveiro e Marcelo Sitcovsky. Integraram a comissão de honra os professores-doutores: Rita de Cássia Cavalcanti Porto, Antônio Carlos Ferreira Pinheiro, Swamy de Paula Lima Soares e Severino Bezerra da Silva. Já o discurso panegírico (elogio solene) será feito pelo professor Jorge Aveiro.

Natural de Santo Antônio de Posse (SP), neto de imigrantes italianos e filho de trabalhadores rurais, mas que depois se transformaram em operários industriais, o professor Dermeval Saviani iniciou sua formação na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Aos 73 anos de idade, ele tem exercido incontestável influência na formação de educadores das universidades e do Brasil, comprometidos com a defesa da democracia da educação, através dos postulados da sua Pedagogia Histórica-crítica, que considera o conhecimento e o saber escolar como patrimônio da humanidade a serviço da sua própria emancipação.

Em sua trajetória como filósofo e educador, Dermeval Saviani recebeu a “Medalha de Honra ao Mérito Educacional”, do Ministério da Educação em 1994 e o “Prêmio Zeferino Vaz de Produção Científica” em 1997; o título de “Professor Emérito” da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e de “Professor Emérito” do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ); foi vencedor dos “Prêmios Jabuti” – 1º lugar em 2008 e 2° lugar, nos anos 2014 e 2016. O conjunto da sua produção literária reúne cerca de 20 obras, escritas individualmente e associado com outros autores.

Fonte: Agência de Notícias da UFPB

  

Comentários