Em cinco sessões, “A Árvore da Vida” reúne cerca de 900 espectadores em Holambra

Cerca de 900 pessoas prestigiaram as cinco sessões gratuitas do espetáculo infantil “A Árvore da Vida” realizadas no Centro de Cultura e Eventos ao longo da última semana. Alunos de quatro escolas da Rede Municipal conferiram as apresentações diurnas.

A peça, promovida por meio do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (ProAC), narra a aventura de um grupo de insetos que busca a cura para o local onde eles moram, a árvore da vida. Durante a procura são trabalhadas com muito humor questões importantes sobre sustentabilidade.

Entre o público presente, mais de 800 estudantes de escolas da cidade conferiram as apresentações: alunos do 1º ao 5º ano das unidades Jardim das Primaveras, Novo Florescer, Recanto das Palmeiras e do Centro Educacional Jardim dos Sonhos – que atende crianças e adolescentes com necessidades especiais.

“Esse tipo de iniciativa ajuda muito no desenvolvimento dos estudantes. De maneira divertida, eles foram apresentados a questões sérias e importantes em relação ao meio ambiente”, avaliou o diretor municipal de Educação, Amarildo Boer. “Foi um dia diferente em que os ensinamentos foram dados fora da sala de aula. Os alunos aprovaram”.

Não só aprovaram como mostraram que a lição foi aprendida. Aluna da escola municipal Recanto das Palmeiras, Mireli Ernesto Nogueira, de 10 anos, conferiu a sessão de estreia no dia 7 de novembro.

“A gente tem que desligar os aparelhos eletrônicos e não gastar muita energia, desligar o chuveiro quando está tomando banho, quando vai se ensaboar. Sem o meio ambiente a gente não consegue viver”, disse. O estudante Mateus José de Campos, também de 10 anos, estava entre os presentes na primeira apresentação e gostou de passar uma tarde diferente: “Nós sempre ficamos na sala de aula fazendo lição, lição e hoje a gente saiu pra se divertir um pouco e aprender”.

A realização do espetáculo conta com patrocínio da Harald, apoio cultural da FMC e da Prefeitura de Holambra e com produção da companhia teatral campineira Sia Santa.

“Proporcionar acesso a cultura e arte para a população é uma das principais metas do nosso trabalho. A cultura é um fator importante na educação e o espetáculo aliou entretenimento e informação”, sintetizou Alessandra Caratti, diretora municipal de Turismo e Cultura.

Matéria e fotos: ASCOM

  

Comentários