fbpx

ETE recebe licença de operação

A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Conchal recebeu da Cetesb na terça-feira, dia 29 de março, licença de operação para Afastamento e Tratamento de Esgoto Sanitário, nos termos do artigo 64 do Regulamento da Lei Estadual 997/76.

O sistema da ETE de Conchal, que vai tratar os esgotos sanitários da região central do município, está constituído de estação elevatória de esgoto bruto, tratamento preliminar composto por gradeamento e desarenação, duas lagoas facultativas em paralelo, duas lagoas de maturação em paralelo e emissário final com lançamento no Rio Mogi Guaçu. O sistema foi projetado para o atendimento de uma vazão máxima horária de 126,66 l/s, prevista para o ano de 2030.

A construção da ETE de Conchal iniciou-se em agosto de 2011, portanto, há quase 5 anos e é uma obra do Governo do Estado do programa Água Limpa, que teve o seu custo inicial estimado em R$ 11,1 milhões.

Apesar de ter sido inaugurada na gestão anterior, devido a alguns reparos e ajustes necessários, somente agora recebeu da Cetesb licença para operação. Hoje, por conta das correções realizadas, a obra deve ter ultrapassado o seu valor inicial.
A ETE está localizada na Estrada Municipal CHL-334, no Bairro Arurá, a norte da zona urbana e vai contribuir para a despoluição do Rio Mogi Guaçu, que recebia o esgoto “in natura”, de Conchal.

Segundo o prefeito de Conchal, “com a operação da ETE, cerca de 98% do esgoto produzido pelo município será tratado”. Ele disse ainda que “há muito tempo que o distrito de Tujuguaba já tem 100% de seu esgoto tratado”. Ao finalizar, ele lembrou que “o início da operação da ETE coincide e tem tudo a ver com o tema da campanha da fraternidade deste ano: ‘Planeta Terra: Casa comum, nossa responsabilidade’”.

  

Comentários