Fórum sobre segurança abordou desafios de modernizar o setor

“Os desafios da modernização da segurança pública” foi o tema central do Fórum Municipal de Segurança de Mogi Guaçu realizado nesta quinta-feira, dia 22 de junho. O evento aconteceu na Faculdade Municipal “Professor Franco Montoro”. O prefeito Walter Caveanha e a secretária de Segurança, Judite de Oliveira, fizeram a abertura.

“Segurança está, como um todo, diretamente relacionada à qualidade de vida da população. É preciso entender a segurança não apenas no momento em que se persegue um criminoso”, destacou Caveanha.

Segundo o prefeito, a qualidade de vida da população se ampara em cinco pilares: educação, saúde, moradia, segurança e trabalho. “Se o cidadão consegue ter isso, ele tem qualidade de vida. Essa é uma estrutura pela qual a gente vem batalhando há anos para ter em Mogi Guaçu, começando lá atrás, desde a eliminação de focos de favela”.

Walter Caveanha defendeu com veemência o equilíbrio entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, pois “o desequilíbrio provoca insegurança, não só institucional, mas para todos os cidadãos”.

Judite de Oliveira afirmou que “este é o momento certo para refletirmos sobre segurança pública, especialmente em face da alta criminalidade, que agora ocorre também através de redes sociais”.

A secretária informou que a proposta de formação de uma consórcio intermunicipal de segurança já está na fase dos detalhes finais. “É preciso dar à população a sensação de segurança”, disse.

O evento contou com a presença dos vereadores Luiz Zanco Neto, presidente da Câmara Municipal, Jeferson Luís da Silva, líder do governo, Natalino Antonio da Silva, Luciano Firmino Vieira e Thomaz Caveanha.

O comandante operacional Claudemir Adorno da Costa e o diretor Adriano Rodrigues, da Guarda Civil Municipal de Mogi Guaçu, também participaram.

A Polícia Militar foi representada pelo capitão Eduardo Jorge Marques, comandante da 1ª Cia da PM de Mogi Guaçu, e o sargento Max Emanuel Danze.

Como palestrantes, foram convidados a empresária Erika Tank, Ricardo Neves da Silva, professor, e Francisco Alves da Silva, secretário municipal de Segurança de Limeira. Erika é vereadora de Limeira e idealizadora do projeto “Botão do Pânico”, que permite a mulheres vítimas de agressão acionarem a polícia.

Ricardo Neves leciona Segurança Pública e Direitos Humanos, é guarda civil de classe especial e ex-comandante da Guarda Civil Municipal de Itapecerica da Serra. Francisco Alves, que fechou o ciclo de palestras, é também presidente do Conselho das Secretarias de Segurança de São Paulo.

Homenagem 

Antes do início dos trabalhos, foi feito um minuto de silêncio em homenagem a Jairo José de Oliveira, que faleceu na quarta-feira, dia 21. Ele foi o primeiro comandante operacional da Guarda Municipal de Mogi Guaçu, fundada em 9 de março de 1982, na primeira gestão de Walter Caveanha.

Matéria: ASCOM

 

  

Comentários