Gincana Tampinha Legal reúne mais de 1,2 milhão de unidades coletadas por estudantes de Holambra

Mais de 1,27 milhão de tampas plásticas foram recolhidas por estudantes das redes pública e particular de Holambra, entre agosto e dezembro deste ano, em gincana promovida pela Prefeitura e pelo Fundo Social para contribuir com o Projeto Tampinha Legal, encabeçado na cidade pela Associação Príncipe Bernardo (APB). A quantidade equivale a quase 4 toneladas deste material, que deixará de poluir o meio ambiente para ser reaproveitado pela indústria.
A gincana, que reuniu 293 alunos de 13 instituições de ensino da cidade, foi encerrada no último domingo, 19 de dezembro, com premiação ao participante com maior número de tampas coletadas, limpas e entregues à escola: Victor Steinmetz, da Escola São Paulo, foi o vencedor da brincadeira educativa, com 133.632 unidades recolhidas no período. Ele recebeu um notebook pela contribuição ao projeto, entregue pela primeira-dama Yvonne Schouten Capato, presidente voluntária do Fundo Social, a uma representante da escola.
“A gincana do Tampinha Legal é um instrumento muito importante para que a gente consiga construir juntos uma cidade cada vez mais consciente. Novas gerações mais engajadas nessa necessária atitude de seleção e reaproveitamento do lixo que geramos todos os dias”, destacou Yvonne.
Presente na premiação, o prefeito Fernando Capato e o vice-prefeito Miguel Esperança ressaltaram os números alcançados pelo projeto e a mobilização dos educadores em torno do tema. “São mais de um milhão, duzentas e setenta tampinhas. Uma participação muito grande, com benefícios ambientais e também sociais, uma vez que a reciclagem irá contribuir para ações desenvolvidas pela APB”, destacou o prefeito. “Ano que vem tem mais. E tenho certeza de que o resultado será ainda maior”.

  

Comentários