Governador João Doria anuncia reunião com prefeitos da Região para debate sobre Barragem de Pedreira

O governador João Doria afirmou, durante visita a Pedreira, que o Estado deve se reunir com prefeitos das cidades da Região no próximo mês de agosto, para discutir a construção da Barragem no Município. O anúncio foi feito aos moradores da cidade que protestaram contra a continuidade das obras durante inauguração de uma Creche Escola no bairro Vale Verde.

A estrutura foi classificada pelo governo federal como sendo de risco alto para a população em caso de acidentes e chegou a ser embargada pela prefeitura em fevereiro, um mês após o rompimento da barragem de rejeitos de minério em Brumadinho (MG).

“Nosso secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, virá aqui em agosto para ter uma reunião com prefeitos da região, e também com a comunidade, ao lado do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e de todos aqueles que, como técnicos, devem expor e tranquilizar a população em relação à Barragem”, apontou o governador em coletiva de imprensa.

Em junho, moradores também se manifestaram contra a continuidade da obra. “É natural e eu compreendo que, dado ao fato de Brumadinho, as pessoas tenham suas dúvidas. Cabe a nós, como governo, orientar, sanar, responder e tranquilizar”, enfatizou Doria.

As barragens de Pedreira e Amparo fazem parte de um projeto de um novo sistema de reservatório de água que deve abastecer 5 milhões de pessoas em 20 cidades da região. O orçamento da obra é de R$ 550 milhões, e está prevista a inundação de uma área aproximada de 3km².

obra em Pedreira chegou a ser embargada pelo prefeito Hamilton Bernardes Junior, e pela Câmara de Vereadores, em fevereiro deste ano, sob alegação de inexistência de estudos sobre os impactos sociais e ambientais, além da falta de um projeto de desassoreamento do leito do Rio Jaguari. Mesmo com o bloqueio, o DAEE retomou as obras em março. A justificativa do órgão na época era a de que, segundo a Procuradoria Geral do Estado, a Prefeitura não poderia embargar uma obra autorizada pelo Estado.

A Prefeitura de Pedreira informa que está em contato com a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente para definição da data e posterior divulgação da mesma. O DAEE confirmou que estará presente na reunião e aguarda o agendamento.

 


Comentários