Há seis anos no mercado, banda de Jaguariúna fala sobre desafios da caminhada

Matéria: Paula Partyka

“O valor que mais pesa em nossa banda é a amizade, isso nos fortalece e nos dá forças para continuar”, diz vocalista da Banda Valquíria

Influenciada pelo Rock’n Roll, Reggae e Grove, com repertório nacional e internacional, a banda Valquíria, de Jaguariúna, nasceu em 2013. O intuito inicial era fazer um tributo à banda Charlie Brown Jr, após a morte do vocalista Chorão.

“Essa ideia surgiu porque todos os integrantes da banda sempre foram muito influenciados pelas músicas do Charlie Brown. Identificamos-nos muito com as ideias e estilo da banda”, explica o vocalista, Rafael Teotonio de Alcântara.

O primeiro show de tributo teve muito resultado para a banda, pois com o grande público, despertou a vontade de dar continuidade aos trabalhos. A partir daí, outras músicas começaram a fazer parte do repertório da banda. “Diversas outras bandas influenciam até hoje, como: CPM22, Titãs, Red Hot Chilli Peppers, Natiruts, Maneva, Paralamas do Sucesso, Raimundos, RageAgainst The Machine, entre outros”, conta.

Para Rafael, não é fácil ter banda em Jaguariúna. “Primeiro que a cidade não tem muitas casas que comportam bandas completas para se apresentarem, então a gente acaba buscando oportunidades em cidades vizinhas. A cena musical independente da cidade também já não é mais a mesma que era há alguns anos, o que nos força a trabalhar mais com músicas cover do que músicas autorais”, lamenta.
A banda Valquíria já passou por várias reformulações ao longo da sua caminhada. Hoje, com quatro integrantes, a banda é composta por Cristhian (Gordinho) – Guitarra, Ricardo (Rick) – Bateria, Pedro (Jesus) – Baixo e Rafael (Teo) – Vocal.

Eles já tiveram a oportunidade de tocar em diversos tipos de eventos como os universitários, em parte do estado de São Paulo e Minas Gerais. Além daqueles com público de até 18.000 pessoas.

Gravados em Jaguariúna e Rio Claro, a banda possui dois álbuns Demo disponíveis no Spotify. “Temos também duas músicas produzidas por um dos produtores mais renomados do Brasil, Tadeu Patolla (produtor de bandas como Charlie Brown Jr, Strike, entre outros), o qual gravou dois sons no estúdio Cayres em SP. Estúdio onde já foram gravados grandes nomes da musica nacional, como: Frejat, Strike, Charlie Brown Jr, Projota, entre outros”.

Das duas músicas gravadas na Cayres, uma foi a Poemas e Versos, onde foi dada uma repaginada (o clipe está disponível no YouTube). “Essa música é muito importante para a banda, pois foi a porta de entrada para conhecermos o Patolla”, disse. Rafael considera que essa foi uma experiência sensacional, e que com certeza acrescentou muito à banda.

E a outra música é uma inédita, chamada Se Deixe Levar. Seu lançamento está previsto para esse ano, bem como o seu clipe.

Neste sábado, 06, a Banda Valquíria se apresenta no Quintal do Bruto, em um tributo ao Charlie Brown JR. “Esperamos que a galera se divirta muito e relembre os grandes sucessos do Charlie Brown Jr, que é uma das nossas maiores influencias. Que voltem pra casa com boas vibrações e bons sentimentos, acho que isso nos daria o sentimento de dever comprido”, deseja.

  

Comentários