Holambra dá largada à temporada paulista e paranaense de Rally

A Capital Nacional das Flores viveu no último final de semana, dias 18 e 19 de março, momentos de muita adrenalina e emoção sobre rodas. A primeira edição do Rally de Holambra trouxe ao município mais de 90 competidores de nível divididos em cinco categorias válidas pelos campeonatos Paulista e Paranaense de Rally de Velocidade.

O ronco dos motores percorreu os circuitos desenhados em estradas rurais de Holambra e Artur Nogueira, dando novos contornos à tradicional calmaria dessas regiões. Centenas de moradores das proximidades, curiosos com a novidade, assistiam às margens pista à habilidade com que pilotos e navegadores conduziam suas supermáquinas circuito a dentro.

O holambrense Márcio Timmermans, integrante da equipe Fala Muito – mais bem colocada da cidade na classificação geral de Regularidade, com o 14º lugar – gostou muito de participar da prova e promete voltar na próxima.

“O evento foi muito bem organizado, com um nível de segurança muito alto. Apesar da competição, o clima foi de brincadeira entre os participantes de Holambra”, conta.

No sábado, 55 duplas do Rally de Regularidade abriram a festa. Pilotos e navegadores de diversas partes do Brasil encararam um roteiro de aproximadamente 150 quilômetros que passou também pelas cidades de Mogi Mirim, Santo Antônio de Posse, Itapira e Artur Nogueira.

No domingo foi a vez dos off-roaders da categoria Velocidade alegrarem o público. No total, 23 equipes aceleraram por 70 quilômetros divididos em dois trechos. O primeiro, que ganhou o nome de “Palmeirinha”, com 14,5 quilômetros de extensão, foi percorrido por três vezes. O segundo, batizado Opa, com 5,4 quilômetros, recebeu quatro voltas dos participantes.

O encerramento ficou por conta do Super Prime, categoria disputada em circuito fechado de 1,6 quilômetro, instalado no estacionamento da Expoflora, no qual as duplas largaram de duas em duas, em pegas incríveis.

Devido ao sucesso alcançado, a organização espera dar passos ainda maiores para o Rally de Holambra 2018. “A expectativa é que a cidade se torne a “Capital do Rally” mais cedo do que se imagina”, afirmou o diretor de provas Rodrigo König, que aproveitou para agradecer a receptividade do público, a compreensão dos moradores e a confiança e parceria das empresas que acreditaram no projeto e ajudaram a torna-lo realidade.

A diretora de municipal de Turismo, Alessandra Caratti, ressaltou a qualidade da organização e o sucesso do evento – importante, segundo ela, para atrair visitantes, novos investimentos para a cidade e novas opções de lazer e diversão para os holambrenses.

Matéria: ASCOM

  

Comentários