fbpx

Holambra tem segunda morte suspeita de H1N1

Após a morte de um holambrense de 47 anos na semana passada, mais uma pessoa faleceu com suspeita de H1N1 no último sábado, dia 2 de abril. A funcionária pública Rosmari Mendes de Aguiar estava internada em Jaguariúna, no hospital Walter Ferrari com problemas respiratórios.

A mulher teria sido internada na UTI e diagnosticada com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) apresentou melhoras na semana passada, porém não resistiu. O sepultamento aconteceu no Cemitério Municipal de Holambra, na tarde de domingo, dia 3 de abril. A confirmação da causa da morte deve sair nas próximas semanas, já que exames foram solicitados ao Instituto Adolfo Lutz de São Paulo.

A Prefeitura Municipal lamentou o falecimento em nota e explicou. “O departamento municipal de Saúde foi informado pelo Hospital de Jaguariúna do falecimento, na madrugada de sábado para domingo, de paciente residente em Holambra. Esse é o segundo caso envolvendo moradores da cidade internados em Jaguariúna com doenças respiratórias nos últimos dez dias. As causas da morte ainda são desconhecidas. O hospital encaminhou material para exames ao Instituto Adolfo Lutz.”

Vacinas antecipadas

A Secretaria de Estado da Saúde resolveu antecipar a vacina devido ao aumento de casos de H1N1. Oficialmente, o início da campanha é dia 30 de abril, mas as doses passaram a ser liberadas, na última sexta, 1º de abril e devem ser entregues aos municípios paulistas até o dia 15. Na sexta, o Prefeito Dr. Fernando Fiori, ao lado do prefeito de Artur Nogueira, Celso Capato em Campinas, reforçou o pedido ao Governador Geraldo Alckmin para que a Secretaria Estadual de Saúde adiante o repasse das vacinas em Holambra e Artur Nogueira e segundo publicação feita pelo prefeito de Holambra através do Facebook, o governador garantiu que as vacinas irão chegar aos municípios até o final da próxima semana.

Matéria: Amanda Sisti

H1N1

  

Comentários