Imigrantes passa a ter feira noturna a partir do dia 19

A partir da próxima quinta-feira, 19 de julho, o bairro mais populoso de Holambra será palco da primeira feira noturna da cidade, a “Quinta-Feira de Sabores”, projetada para o entorno da Praça dos Imigrantes, próxima à caixa d’água. Além de barracas tradicionais como as de frutas, verduras e legumes, a atração contará com uma grande variedade de opções gastronômicas. O evento será realizado semanalmente, sempre às quintas, das 18h às 22h. A entrada é gratuita.

Quase metade dos expositores é de Holambra, mas participantes de cidades da região como Cosmópolis, Artur Nogueira, Limeira e Lindóia também vão marcar presença no evento. Serão, no total, mais de 40 barracas que vão comercializar produtos como temperos, itens alimentícios típicos de Minas Gerais e do Nordeste do país, grãos e embutidos.

Para quem tem interesse em abastecer a despensa mas também quer aproveitar para passear com a família e jantar fora de casa algumas das opções são o acarajé, o macarrão na chapa e o frango no balde. Clássicos da cozinha nacional também fazem parte deste eclético cardápio, como o baião de dois, a galinhada goiana e o feijão tropeiro. E como toda feira que se preze, o pastel, claro, não poderia ficar de fora. Para acompanhar, chope artesanal ou milkshake. De sobremesa, churros, derivados do milho e bolo. Para encerrar a noite, um cafezinho.

“Nossa ideia é reunir diferentes produtos e grande diversidade em um espaço familiar. Quisemos criar possibilidades de trabalho, facilitar a vida de quem precisa fazer as compras e ao mesmo tempo proporcionar uma alternativa de lazer”, explicou a diretora municipal de Turismo e Cultura, Alessandra Caratti.

Segundo ela, a ideia surgiu em decorrência da crescente demanda por licenças para comércio ambulante na cidade. “A intenção é permitir que essas pessoas possam trabalhar, mas de maneira mais organizada”, explica. Alessandra afirma ainda que artistas locais terão espaço para se apresentar e a intenção é que o número de participantes e os itens disponíveis para venda sejam expandidos muito em breve. “Queremos que os artesãos locais também exponham seus produtos. Tenho certeza de que será um sucesso. Espero que todos prestigiem”.

  

Comentários