Inaugurada horta comunitária em escola Artur Nogueira

O projeto pode ser expandido para mais escolas do município

A Prefeitura, por meio das Secretaria de Educação, Secretaria de Meio Ambiente,  Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, em parceria com a empresa Priori  e Caixa Econômica Federal, iniciou, nesta quarta-feira (06), o lançamento de uma horta orgânica escolar. A ação aconteceu na EMEIF Osni José de Souza, no bairro São João dos Pinheiros -popularmente conhecido como Casinhas-,  e contou com a participação do prefeito Lucas Sia (PSD).

A ideia é criar um espaço onde a comunidade escolar possa usufruir de todos os alimentos saudáveis plantados e desenvolver o senso de cuidado com o meio ambiente entre as crianças. “As plantas respondem aos fatores externos do meio ambiente. Por isso, exercer cuidados básicos com a natureza como evitar jogar lixo no solo pode ajudar a desenvolver uma terra fértil para plantação de hortas”, declarou a secretária de Meio Ambiente, Tamiris Artuzi.

O prefeito Lucas Sia (PSD) agradeceu pelo envolvimento dos alunos, professores, secretários e ressaltou que “o compromisso com a sustentabilidade é fundamental, e poder desenvolver um projeto que possibilite a inclusão social, consumo de alimentos saudáveis e cuidado com o meio ambiente poderá beneficiar muitos alunos e famílias”, complementou.

Participação das crianças

Durante a ação, foram elaborados cinco canteiros que serão mantidos por alunos do 1º ao 5º ano. De acordo com a secretária de Educação, Débora Sacilotto, as escolas farão um plano de educação ambiental com cada turma a fim de ensiná-los a manter os cuidados básicos e a manutenção das hortas comunitárias. “Nós recebemos materiais de manutenção da horta como regador, ancinho e pá doados pela empresa Priori. Com isso, nossas crianças terão todo o apoio necessário para cuidarem da horta e em breve teremos muitas verduras saudáveis para os alunos”, destacou a secretária.

Benefício para a comunidade

O secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Amarildo Boer, afirmou que a horta comunitária poderá ser utilizada por todos da comunidade e disse que a expectativa é de que a horta seja feita em outras escolas do município a fim de que mais pessoas sejam beneficiadas. “Ao implantarmos a horta na escola, isso poderá ajudar economicamente famílias que consomem constantemente alimentos saudáveis na comunidade”, observou.

As mudas plantadas na horta foram cenoura, couve portuguesa, couve comum, alface roxa, berinjela, e brócolis. Além disso, a horta contém vegetais aromáticos como funcho, manjericão, hortelã e alecrim.

Fonte: PMAN

  

Comentários