Itens plásticos reunidos durante gincana são recolhidos pelo Programa Tampinha Legal

Equipe do Tampinha Legal, maior programa socioambiental de caráter educativo da indústria de transformação do plástico da América Latina, retirou nesta quinta-feira, 13 de janeiro, no Núcleo de Atenção e Orientação ao Trabalho, o NAOTT, mais de 1,27 milhão de tampas plásticas que foram recolhidas por estudantes das redes pública e particular de Holambra entre agosto e dezembro do ano passado. Os itens foram reunidos durante gincana promovida pela Prefeitura e pelo Fundo Social para contribuir com o programa, encabeçado na cidade pela Associação Príncipe Bernardo (APB).

“A quantidade equivale a quase 4 toneladas, que deixarão de poluir o meio ambiente para serem reaproveitadas pela indústria”, destacou a presidente do Fundo Social, Yvonne Schouten Capato. “A iniciativa auxilia ainda as entidades participantes, já que elas receberão integralmente os valores obtidos com a venda dos itens. É uma ação muito importante que beneficia o meio ambiente, ajuda quem precisa e ainda conscientiza a população sobre a destinação correta deste material”.

A gincana, que reuniu 293 alunos de 13 instituições de ensino da cidade, foi encerrada em 19 de dezembro com premiação ao participante com maior número de tampas coletadas, limpas e entregues à escola: Victor Steinmetz, da Escola São Paulo, recolheu 133.632 unidades ao longo de um período de 4 meses. Ele recebeu um notebook pela contribuição ao projeto.

  

Comentários