Jaguariúna apresenta queda de 80% nos casos de dengue em 2017

A Secretaria de Saúde de Jaguariúna anunciou que o número de casos de dengue na cidade teve uma queda de 80% no período de janeiro a dezembro de 2017, em comparação ao mesmo período de 2016. De 48 casos de dengue confirmados em 2016, no ano passado a cidade registrou apenas 6 casos, sendo que nenhum deles foi autóctone, que é quando a pessoa é contaminada na própria cidade onde mora.

O resultado altamente positivo é atribuído pela titular da pasta, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, ao trabalho preventivo de combate e eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como dengue, chikungunya e zika vírus. Nas visitas casa a casa as equipes orientam os moradores e recolhem todo material sem uso que possa acumular água parada.

“No ano passado, atravessamos o ano realizando mutirões de limpeza preventivos contra a dengue e operações cata-bagulho. Esse trabalho envolveu nossos agentes de saúde, os reforços que tivemos mediante parcerias com a UniFAJ e o Exército, além do apoio dado por outras secretarias da Prefeitura”, resume Maria do Carmo.

Conforme a secretária, desde janeiro de 2017 a Prefeitura mobilizou principalmente as secretarias de Educação e de Obras e Serviços para se unir à Saúde no combate à dengue. “Quando se trata de proteger uma população, nosso trabalho não pode ter trégua, e é o que continuamos fazendo”, garante.

A Secretaria de Saúde já prepara um cronograma de novos mutirões de limpeza, que continuarão a ser realizados em maior ou menor escala. O objetivo é garantir que a cidade continue livre de casos de dengue, febre amarela, chikungunya e zika vírus, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Com exceção da dengue, nenhum caso das outras doenças foi registrado em Jaguariúna.

Quadro da dengue em Jaguariúna nos últimos anos:

– 2015: Casos positivos = 1537 – Notificados = 1879

– 2016: Casos positivos = 48 – Notificados: 467

– 2017: Casos positivos = 6 – Notificados = 228

Reportagem: Aluízio Santana                    Fotos: Samuel Oliveira

  

Comentários