Lançamento de livro marca o início das comemorações dos 20 anos da Região Metropolitana de Campinas

Com a presença do vice-governador Rodrigo Garcia, foi realizado neste sábado (26), em Campinas, o lançamento do livro “RMC – 20 anos de Integração”. O ato marca o início das comemorações dos 20 anos da Região Metropolitana de Campinas. Prefeitos e representantes do 20 municípios integrantes da região participaram da cerimônia.

O evento foi promovido pelo Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas, com patrocínio do Instituto Movimento Cidades Inteligentes e do Aeroporto Internacional de Viracopos. Destaque na cerimônia deste sábado, o livro – uma publicação de quase 200 páginas – reúne pesquisas e entrevistas realizadas pelo jornalista José Pedro Martins.

O material reúne o histórico de fundação da RMC, seu amadurecimento como segunda maior metrópole do estado de São Paulo, um painel sobre cada um dos 20 municípios que a compõe, as estruturas estratégicas e iniciativas de economia, ciência e tecnologia que a tornam referência para o País, além do registro de sua visão de futuro e apontamentos de autoridades e empresários regionais, estaduais e nacionais. O livro está disponível em versão digital no site www.integracaormc.com.br.

“Temos a satisfação de registrar e eternizar em livro que nossa região se consolidou como a quinta maior do Brasil em PIB. Com seus 3,3 milhões de habitantes, a RMC chega aos 20 anos mais forte e dinâmica”, disse o prefeito de Jaguariúna e Presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMC, Gustavo Reis, ao destacar a importância econômica da região.

Reis ressaltou que a entrada de novos municípios ao bloco e a participação cada vez mais efetiva dos prefeitos e representantes do Estado no Conselho de Desenvolvimento dão mais força para encarar os desafios do presente e do futuro. “Hoje, os assuntos são metropolitanos. A pessoa mora em um município, estuda em outro e trabalha em outro, essa interação metropolitana já existe e precisamos fazer com que ela seja cada vez mais efetiva na parte administrativa”, completou Benjamim Bill Vieira de Souza, diretor-executivo da Agemcamp.

Colaborando com a celebração dos 20 anos da RMC, o Instituto Movimento Cidades Inteligentes trouxe como bônus um panorama do cenário brasileiro e apontamentos sobre a importância de planejar um desenvolvimento regional sustentável para a RMC.

“Cada município tem sua demanda, mas no ponto de vista macro, as leis pressionam as Prefeituras a se organizarem sobre determinados temas, sobretudo, meio ambiente e suas subdemandas, como saneamento básico, resíduos sólidos, água, energia. São temas prementes e que precisam de soluções regionais, sobretudo, na RMC, onde as cidades são integradas e crescem em ritmo acelerado, diferente de todo o País”, comentou o presidente do IMCI, Luigi Longo.

Pensando nessa integração regional, a Affari Comunicação – responsável pela organização do material que integra o livro – fez questão de trazer Viracopos, maior aeroporto de cargas da América Latina, localizado em Campinas, para o projeto comemorativo dos 20 anos da RMC.

“A malha viária da nossa região é extremamente privilegiada. Somos cidades conectadas com qualidade e Viracopos é espelho de toda nossa capacidade de exportação e importação. Além disso, o aeroporto bate recordes anuais de passageiros com destinos nacionais e internacionais. Viracopos cresce em sinergia com a RMC”, apontou a diretora da Affari, Adriana Moreira Cavalcante Trentin.

A Região Metropolitana de Campinas foi criada pela lei complementar estadual 870, de 19 de junho de 2000, mas passou a efetivamente existir em 2002. Integram a região os municípios de Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

  

Comentários