McDia Feliz 2020: você pode ajudar o Boldrini com mais facilidade

O McDia Feliz, que transforma a venda de Big Mac em sorrisos, traz uma grande novidade neste ano, que vai permitir ajudar ainda mais as entidades beneficiadas, entre elas o Centro Infantil Boldrini: quem comprar os tíquetes, digital ou físico, antecipadamente poderá retirar seu Big Mac nos dias 19, 20, 21, 22 e 23 de novembro, e não só no dia 21, data oficial do evento. A venda no balcão, referente ao McDia Feliz, só será permitida no dia do evento.

Assim fica mais fácil participar da campanha, uma das maiores em prol de crianças e adolescentes no país e que beneficiará 68 projetos de 59 instituições que atuam na oncologia pediátrica no Brasil. O Centro Infantil Boldrini já está trabalhando para fazer da arrecadação deste ano mais um sucesso.

Os interessados em ajudar o Boldrini na luta contra o câncer infantojuvenil já podem adquirir seus de tíquetes digitais antecipados pelo e-commerce http://www.giftty.com.br/mcdiafeliz/mcd/CIB. Para mais informações ou compra dos tickets físicos, basta entrar em contato direto com o Centro Infantil Boldrini pelo e-mail comunica@boldrini.org.br ou pelos telefones (19) 3787-5127 e (19) 98990-8871.

O Boldrini será beneficiado com as vendas dos tíquetes antecipados dos sanduíches Big Mac, que podem ser trocados nos dias 19, 20, 21, 22 e 23 de novembro, em qualquer loja Mc Donald´s do Brasil. Cada tíquete, que equivale a 01 lanche, tem o valor de R$ 17,00. Realizado há 32 anos no país, o McDia Feliz já somou mais de R$ 300 milhões investidos em projetos do Instituto Ronald McDonald e, desde 2018, do Instituto Ayrton Senna.

O valor arrecadado no McDia Feliz será destinado ao Projeto Coorte de Nascimentos dos Municípios de Campinas e Paulínia/São Paulo, que visa acompanhar, ao longo dos próximos 30 anos, 100 mil grávidas e suas crianças com até 18 anos, analisando as influências ambientais, estilo de vida, uso de medicamentos, poluentes ambientais, entre outros, no desenvolvimento de doenças nos primeiros anos de vida da criança, inclusive intrauterina, de forma a trazer novas perspectivas para a compreensão da saúde infantil.

O objetivo é detectar possíveis associações entre esses fatores e o comprometimento da saúde fetal, como malformações congênitas, alterações imunes, doenças metabólicas, câncer, entre outros.

  

Comentários