fbpx

Minha Casa Minha Vida beneficia 640 famílias em Artur Nogueira

A Prefeitura Municipal e a Caixa Federal realizaram a entrega das chaves das residências do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ beneficiando 640 famílias em Artur Nogueira. A entrega das casas aos futuros moradores aconteceu nesta sexta-feira, dia 1º de Julho, no Residencial São João dos Pinheiros.

Além das famílias contempladas e autoridades locais estiveram presentes ao evento o superintendente regional da Caixa, Sérgio Luis Scramin, o secretário adjunto da Habitação Nelson Baeta e o representante do ministro Gilberto Kassab, Maurício Kassab.
A contemplada Vitória Beatriz Mendes falou emocionada em nome de todos os beneficiados do programa. “Agradeço a Deus por este sonho realizado, agradeço ao prefeito, aos vereadores, a Caixa, a Ecovita e a todos que lutaram por este sonho”, disse. Os primeiros a receber as chaves das mãos do prefeito, Celso Capato, e da primeira dama, Naide Capato, foram os contemplados Maria Luiza Nascimento e Ramon Medina.

O prefeito, Celso Capato reforçou a importância deste investimento para as famílias do município que há mais de 20 anos esperavam por um programa habitacional. “Estou muito feliz em fazer a entrega destas casas e realizar o sonho destas famílias de sair do aluguel e terem sua casa própria, num bairro tão bonito e bem estruturado”, disse.

O empreendimento recebeu investimento total de R$ 61,43 milhões, sendo R$ 48,64 milhões do Governo Federal e R$ 12,8 milhões de aporte do Governo do Estado de São Paulo, dentro do convênio, Casa Paulista.

O Loteamento é composto por 640 casas, com área privativa de 55,36 m², divididos em 2 quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. As casas possuem área para futura ampliação, contam com sistema de aquecimento solar (SAS) e estão avaliadas em R$ 96 mil.

Atendendo as exigências de qualidade do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, o residencial é equipado com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem, energia elétrica e disponibilidade de acesso ao transporte público.

  

Comentários