Mogi Mirim registra 74 novos casos de Dengue e sobe para 1.309 confirmações

Os casos positivos de dengue em Mogi Mirim subiram para 1.309, de acordo com o boletim semanal divulgado nesta quarta-feira (8) pela Vigilância em Saúde, 74 a mais em relação a parcial do último dia 2, quando o município registrava 1.235 casos. As notificações subiram de 4.311 para 4.819. A doença, transmitida pelo mosquito Ades aegypti, registra aumento desde o início de janeiro.

Entre os 1.309 casos, 657 foram registrados em mulheres e 652 em homens. Mantendo a tendência dos últimos meses, a zona Norte segue como a região com maior concentração de casos, com 720 do total, seguida da zona Leste (222), zona Oeste (147), Centro (142), zona Sul (53) e zona rural (25).

Com 877 casos, a faixa etária entre 16 a 59 anos é a que registra o maior número de confirmações entre as 1.309. Pessoas acima de 60 anos somam 242 casos, de 6 a 15 anos 140 casos e 0 a 5 anos, 50 casos.

 

Orientações

A Secretaria de Saúde pede para que a população se atente quanto à limpeza de residências, evitando o acúmulo de água parada e locais que sirvam de proliferação para o Aedes.

Mensalmente, a Prefeitura organiza mutirões em regiões da cidade com maior concentração de casos, para a retirada de sujeira, limpeza de ruas, terrenos e orientação aos moradores, além da nebulização veicular.

 

Principais sintomas

Febre alta – 38.5ºC

Dores musculares intensas

Dor ao movimentar os olhos

Mal-estar

Falta de apetite

 

Dor de cabeça

Manchas vermelhas no corpo

Sinais de Alerta

Dor abdominal intensa e contínua, ou dor à palpação do abdome

Vômitos persistentes

Acumulação de líquidos (ascites, derrame pleural, derrame pericárdico)

Sangramento de mucosa ou outra hemorragia

Aumento progressivo do hematócrito

Queda abrupta das plaquetas

Fonte: Ministério da Saúde

  

Comentários