Novo ranking INDSAT reafirma a área de educação de Jaguariúna como a melhor da RMC

Jaguariúna, mais uma vez, foi a cidade que recebeu a melhor avaliação em relação à qualidade do ensino de toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC), segundo o novo ranking do Indsat, que é o índice que avalia, a cada três meses, a satisfação dos cidadãos sobre os serviços públicos municipais nas principais regiões do estado de São Paulo.

O levantamento mais recente, divulgado neste mês de outubro, é referente ao 3° trimestre de 2018 e assim como nos trimestres anteriores, Jaguariúna se consolidou na primeira colocação, com nota 686 que significa um alto grau de satisfação em relação ao serviço. O segundo lugar ficou com Indaiatuba com 672 pontos e o terceiro com Nova Odessa que alcançou nota 670, sendo que a média da RMC ficou em 603.

“Para nós é mais uma vez uma grande satisfação receber esse resultado. Jaguariúna vem de uma sequência de destaques nessa área de educação seja pelo próprio Indsat, como pelas avaliações do MEC que indicou a cidade como a que tem o melhor ensino da RMC, segundo o IDEB e a quarta melhor do estado, de acordo com o mesmo índice. Ver, novamente, que essa também é percepção dos nossos moradores, nos gratifica e nos faz cada vez mais assumir essa responsabilidade, não nos acomodando, mas sim, dando continuidade a esse trabalho de sucesso, para que cada vez mais possamos nos orgulhar do serviço prestado e dos frutos colhidos com nossos investimentos em uma área tão importante na vida de todos”, comemorou o prefeito Gustavo Reis.

Apesar da liderança em vários levantamentos sobre a área da educação, a secretária responsável pela pasta, Cristina Catão, reforça o desafio e o trabalho por trás desses resultados.

“Todos esses números de excelência no ensino refletem um árduo trabalho que nossa secretaria tem feito, com investimento em estrutura nas escolas, sistema apostilado, capacitação dos nossos profissionais e professores. Tudo isso, vem com um olhar da administração pública da importância que a educação tem na vida das pessoas. Temos, essa área como uma das principais prioridades e é muito bom ver que estamos no caminho certo, diante de tantos resultados positivos. Nosso compromisso é seguir assim, melhorando e dando mais chances e oportunidades às nossas crianças e adolescentes.”

SAÚDE

Além da área de educação, Jaguariúna também é reconhecida pela qualidade da saúde pública municipal. No novo ranking do Indsat, recebeu 675 pontos com alto grau de satisfação, o que colocou a cidade no segundo lugar na RMC. O primeiro ficou com Indaiatuba com nota 694 e a terceira posição com Itatiba que teve 593 pontos. A média da região ficou em 545.

“Temos investido muito nesta área, olhando para necessidade de nossos moradores. Algumas unidades de saúde já estão com horários estendidos, apostamos em tecnologias e facilidades com o programa ‘Saúde na Palma da Mão’ que traz serviços através dos smartphones, além das nossas equipes de excelência, nossas estruturas e equipamentos. O trabalho não pode parar e é por isso que nossos investimentos são constantes e a nossa área de saúde recebe uma avaliação tão positiva dos nossos moradores. Ficamos realmente felizes com resultado e sempre comprometidos em oferecer atendimentos de qualidade e com muita dignidade a quem precisa”, destacou a Secretária de Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão.

CULTURA

A área cultural de Jaguariúna também se destacou perante outras cidades da Região Metropolitana de Campinas, recebendo também a avaliação que a coloca com alto grau de satisfação com nota 689. O município ficou em 2° lugar, depois de Indaiatuba que teve nota 775. A terceira colocação foi ocupada por Nova Odessa com 709 pontos, enquanto que a nota média da RMC foi de 663.

“Nossa secretaria tem trazido muitas atividades culturais para a cidade com uma grande diversidade de atrações para de fato agradar e atrair todos os públicos. Temos muitas ações voltadas às crianças, adolescentes, adultos e idosos, além de estimular a integração das famílias e amigos. Nossos espaços públicos são bem utilizados neste sentido e nós vemos no rosto da população a satisfação de ter acesso à cultura de qualidade de forma gratuita. Investimos ainda em cursos e oficinas na área, sendo que poder ter esse retorno da população nos enche de alegria. Vamos continuar com projetos que já são um grande sucesso e trazer ainda mais opções na nossa cidade”, ressaltou a Secretária de Cultura, Maria das Graças Hansen Albaran Santos.

QUALIDADE DE VIDA

Em outras áreas, Jaguariúna também teve avaliações com alto grau de satisfação da população como os casos dos setores: administração pública, segurança, coleta de lixo, limpeza pública, qualidade da água, abastecimento de água, iluminação pública e merenda escolar.

O reflexo desses bons resultados é na qualidade de vida em Jaguariúna que segundo o Indsat, alcançou nota 713, sendo destaque na RMC que teve média de 663. Jaguariúna está em segundo lugar no ranking que tem Indaiatuba em primeiro com 775 pontos e Nova Odessa em terceiro com 709.

O INDSAT
A pesquisa do Indsat tem um nível de confiança em 95%, com uma amostragem variável em relação ao sexo, idade e escolaridades dos entrevistados, maiores de 16 anos.

CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO INDSAT
– menor que 350 pontos = baixíssimo grau de satisfação
– entre 350 e 499 pontos = baixo grau de satisfação
– entre 500 e 649 pontos = grau médio de satisfação
– entre 650 e 799 pontos = alto grau de satisfação
– igual ou maior que 800 = grau de excelência

 


Comentários