Obras de Mobilidade Urbana e Saneamento começam na próxima semana

O maior investimento realizado em infraestrutura e qualidade de vida da história de Mogi Guaçu começa a sair do papel. No início da próxima semana, a Prefeitura de Mogi Guaçu e o SAMAE (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) autorizam o início de obras que totalizam investimentos de mais de R$ 50 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal.

Serão iniciadas obras em quatro avenidas de Mogi Guaçu, por meio do programa de Mobilidade Urbana. No total, o Município obteve R$ 29 milhões para investimentos em melhoria na infraestrutura, execução de nova avenida, ciclovia, sinalização, iluminação em led e a construção de duas pontes sobre o Rio Mogi Guaçu.

A primeira fase do projeto de Mobilidade Urbana contará com obras orçadas em R$ 12 milhões. O projeto prevê o recapeamento em dois trechos da Avenida dos Trabalhadores, a duplicação completa da Avenida Brasil e a construção da primeira fase da Avenida Alíbio Caveanha, entre o término da Avenida dos Trabalhadores e o viaduto sobre a rodovia SP-342 (Mogi Guaçu-Espírito Santo do Pinhal).

Todas estas vias receberão ciclovia, pontos de ônibus, iluminação em LED, drenagem para águas da chuva, sinalização reforçada e, o mais importante, segurança para motoristas e pedestres. Além disso, a Avenida Clara Lanzi Bueno será totalmente recapeada entre o Batalhão da Polícia Militar e a SP-342, tornando-se uma via marginal da Alíbio Caveanha.

Para todas estas obras, as construtoras Simoso e JSA, vencedoras do processo licitatório, terão seis meses de prazo para a execução de todos os serviços. A JSA ficará responsável pela construção da Alíbio Caveanha, enquanto que a Simoso executará obras nas avenidas Brasil e dos Trabalhadores.

Já a construção de duas pontes sobre o Rio Mogi Guaçu, uma ao lado da Ponte de Ferro na Avenida dos Trabalhadores, e outra na Avenida Brasil, ao lado da já existente, dependerá de processo licitatório que estará sendo iniciado neste mês.

Outra importante obra a ser iniciada nos próximos dias é referente a saneamento. O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto assinou o primeiro contrato de operação de crédito do país do Programa Avançar Cidades – Saneamento, na modalidade Esgoto Sanitário.

A construção do segundo módulo duplicará a capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto às margens da Avenida Brasil, que hoje processa a carga de esgoto produzida por aproximadamente 60 mil habitantes.

A construção do segundo módulo de tratamento possibilitará a desativação da grande lagoa de tratamento, que é responsável pelo mau-cheiro e pelo consequente incômodo aos moradores da região.

Com a conclusão dessa obra e da ETE da zona norte, Mogi Guaçu estará entre as primeiras cidades do país em eficiência no tratamento de esgotos e de rede coletora, contribuindo com a manutenção do nosso meio ambiente.

SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

 


Comentários