fbpx

Partilha de experiências marca o Encontro de Astrônomos Amadores

Dentro do cronograma inicial pré-estabelecido, o Projeto Astronomia da Praça, desenvolvido pela Secretaria de Turismo, da Prefeitura de Pedreira, e a ONG Veja, através de seu representante Nivaldo Antonio S. Rodrigues, reuniu, na última terça-feira, 9 de setembro, no Complexo Turistico do Morro do Cristo, dezenas de pedreirenses, para o 1º Encontro dos Astrônomos Amadores.

O Encontro propiciou um bate-papo bem interessante entre os presentes e o responsável da ONG, em uma noitada de observações. E nestas conversas, foram rolando dados, testando o olhar atento dos pesquisadores amadores, conversando, aprendendo, tirando dúvidas. E o melhor, a partilha de experiências, as quais foram acumuladas ao longo de solitárias observações.Esses Encontros possibilitam a difusão de conceitos básicos da astronomia para o público leigo.

O Universo e a Astronomia são fascinantes, mas sempre rendem descobertas, imagens fantásticas e fatos surpreendentes. Há os que comentam ou procuram tirar dúvidas de grandes ou pequenas curiosidades, sempre super interessantes para todos os entusiastas.  Mas com certeza, perguntas  com uma frequência que jamais havia sido feitas anteriormente.

O importante do Projeto foi o de oferecer a Comunidade a possibilidade de se familiarizar com os astros. “Buscamos com essa iniciativa despertar o interesse dos pedreirenses para a astronomia. Aliás, foram as observações do astrônomo italiano Galileu, que  mudaram a história da Terra. Com as descobertas daquela época, ele comprovaria a tese de que a Terra gira em torno do Sol. As abservações não mudariam somente o entendimento humano do universo, como alterariam a própria história do pensamento”, elucidou o prefeito Carlos. “Galileu é considerado o grande elo do passado com a ciência moderna. Os gregos acreditavam que raciocinar era suficiente. Galileu mostrou que era preciso observar, raciocinar, concluir e comprovar”, finalizou Pollo.

  

Comentários