Passeata de combate a Violência Contra Mulher acontece nesta sexta (15) em Mogi Mirim

Iniciativa da Vereadora e Investigadora da Polícia Civil Sonia Módena, que também fará uma homenagem à vítima de feminicidio, Genesia

Nesta sexta-feira, 15 de novembro, às 9h da manhã, a Praça Chico Mendes, no Jardim do Lago, zona Leste de Mogi Mirim será o ponto de partida de uma passeata de protesto, em virtude do feminicídio ocorrido no último dia 06 e em combate à violência contra a mulher de modo geral. “Pedimos aos participantes que compareçam de preto, simbolizando o luto, em memória à todas as mulheres vítimas de violência, ato esse que repudiamos e lamentamos profundamente. Na ocasião, entregaremos rosas e bexigas brancas aos participantes para realizarmos uma homenagem em memória da saudosa Genesia Maria de Souza”, explicou Sonia Módena, idealizadora do evento.

O percurso da passeata contemplará então saída da Praça do Jardim do Lago sentido residência da vítima Genesia, situada no Parque das Laranjeiras, local final deste movimento, aonde serão depositadas as rosas brancas e as bexigas serão soltas. Por esse motivo os pontos escolhidos para esse manifesto.

A Vereadora e Investigadora da Polícia Civil Sonia Módena, pede o apoio do máximo de participantes possíveis, homens e mulheres. “Participem, a presença de cada um é fundamental para fortalecer nesta luta. Abrace essa causa. Às vezes achamos que nunca irá acontecer com alguém de nossa família ou com alguém que conhecemos, mas infelizmente pode acontecer. Então venha participar conosco, vamos “brigar” por leis mais rígidas, precisamos buscar mudar essa realidade triste que faz tantas vítimas diariamente”, finalizou.

Relembrando o corrido no dia 06

Genesia Maria de Souza, uma mulher guerreira, de 42 anos de idade que morreu na manhã de quinta-feira (7), assassinada pelo ex-marido em Mogi Mirim. Na noite de quarta-feira (06), o homem aplicou golpes de facão no rosto da vítima. A filha dela, de 24 anos, que tentou defender a mãe, também foi atacada e perdeu uma das mãos.

  

Comentários