Prefeito de Cosmópolis estuda decretar calamidade pública

O prefeito recém-empossado em Cosmópolis, José Pivatto (PT), publicou um vídeo na segunda-feira, dia 2 de janeiro, em sua rede social afirmando a nova gestão estuda a possibilidade de decretar estado de calamidade pública do município. Pivatto afirmou ainda que, após o levantamento das contas públicas, chegou-se a conclusão de que a dívida da cidade gira em torno de R$141 milhões de reais.

No vídeo, o prefeito afirma que esta é “uma dívida extremamente preocupante” e que o orçamento para o ano de 2017 é de R$ 144,430 milhões. Ao finalizar, Pivatto pediu a compreensão da população de Cosmópolis e afirmou que irá priorizar a manutenção básica da cidade e o pagamentos dos funcionários mesmo que seja pago apenas a folha líquida, sem os encargos.

Distinção de valores da dívida pública:

Dívida fundada (Bancos, FGTS, INSS e precatórios) – R$97,65 milhões

Dívida com fornecedores e outros (referente ao ano de 2015) – R$ 12,358 milhões

Dívida com fornecedores e outros (referente ao ano de 2016) – R$ 31,874 milhões

Confira o vídeo publicado por José Pivatto.

 

 

  

Comentários