Prefeito exorta guaçuanos a não descuidar do combate à dengue

Com 121 casos confirmados em um universo de 2017 notificações, a manifestação da dengue em Mogi Guaçu, este ano, é mantida sob controle. Em 2015, foram mais de 14 mil ocorrências. Esta situação, entretanto, não deve ser motivo de esmorecimento por parte das autoridades e da população, adverte o prefeito Walter Caveanha. “Precisamos manter a atenção, ainda mais quando as chuvas têm sido intensas e frequentes”, convoca o prefeito. Com as chuvas, observa, “a água se acumula em diferentes recipientes e cria as condições para o mosquito se multiplicar”. Portanto, “o fato de a proliferação do mosquito Aedes aegypti estar dentro de parâmetros bem reduzidos não deve ser motivo para descuidar”, insiste.

Caveanha salienta que a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria Municipal de Saúde, mantém atuação contínua no que diz respeito a visitas residenciais e identificação de possíveis criadouros do Aedes. “Na verdade, o combate ao transmissor da doença não é um trabalho sazonal, limitado a uma determinada época do ano. Ele tem que ser permanente, dia a dia, para que possa ser eficaz e consiga oferecer resistência ao vetor”, considera o prefeito.

combate-a-dengue-prefeito

  

Comentários