Prefeitura antecipa vacinação contra gripe para segunda em Artur Nogueira

A Prefeitura de Artur Nogueira, por meio da secretaria de Saúde, antecipará a 24ª Campanha Nacional de Vacinação Contra Gripe. A partir desta segunda-feira, 28 de março, os idosos acima de 80 anos já poderão receber a dose contra a Influenza em uma das sete salas de vacinação disponíveis.

A campanha estava prevista para começar no dia 4 de abril, mas com as entregas dos imunizantes pelo Instituto Butantan, a imunização poderá ser antecipada em uma semana. A vacina do Butantan contra a influenza é trivalente e 100% nacional, composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos localizados no final do ano passado.

As doses estarão disponíveis nas salas de vacina do USF Blumenau, USF Coração Criança, USF São Vicente, UBS Espaço Mãe e Filho, USF Terezinha vicensoti, USF Bom Jardim e USF Lago. O funcionamento será de segunda a sexta-feira.

Vale destacar que os idosos que forem receber a quarta dose de Covid-19 na UBS Teresinha Vicensotti ou Espaço Mãe e Filho, poderão receber o imunizante junto à vacina da gripe.

GRUPOS PRIORITÁRIOS
Em Artur Nogueira, a vacinação será feita de forma escalonada – os grupos prioritários serão distribuídos em cinco etapas. São elas:
– 28 de março: Idosos acima dos 80 anos;?
– 4 de abril: Idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde;?
– 2 de maio: Crianças acima de 6 meses a menores de 5 anos de idade; gestantes e puérperas;?
– 9 de maio: Indígenas, professores, pessoas com deficiência e pessoas com comorbidades;?
– 16 de maio: forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros urbanos e de longo curso, trabalhadores portuários e população privada de liberdade e adolescentes e jovens sob medida socioeducativa.?

PRECAUÇÕES
A Secretaria de Saúde do município repassa algumas precauções a serem tomadas por pessoas alérgicas. Confira:
– Doenças febris agudas, moderadas ou graves: recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença; ?
– História de anafilaxia a doses anteriores, administrar a vacina sob observação; ?
– História de alergia a ovo: pessoas que após a ingestão de ovo apresentaram apenas urticária: administrar a vacina influenza, sem qualquer cuidado especial.

  

Comentários