Prefeitura de Campinas anuncia plano para retomada do comércio a partir de 4 de maio

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, anunciou na tarde desta segunda-feira, 27 de abril, um plano gradual para a retomada do comércio e serviços a partir de 4 de maio. O material, elaborado pelo Comitê Municipal de Enfrentamento da Pandemia de Infecção Humana pelo novo Coronavírus (Covid-19), foi enviado para análise do Governo Estadual. O anúncio foi feito durante transmissão ao vivo pela internet.

O plano conta com três fases, cada uma com duração de 14 dias. A execução total do plano, com liberação de todos os segmentos vai demorar 42 dias. A mudança de fase só será autorizada de acordo com a análise do comitê, que levará em consideração a situação da doença na cidade e capacidade de leitos hospitalares para atendimento da demanda. Todos os itens foram baseados em rigorosos critérios científicos e técnicos. “Vamos precisar da colaboração de todos. Se eu tiver que voltar atrás, voltarei sem o menor problema”, afirmou o prefeito.

PRIMEIRA FASE

Na primeira fase serão realizados apenas os atendimentos individuais ou de pequena aglomeração. No comércio varejista, os funcionários deverão trabalhar por turno e haverá controle da entrada de clientes. Os estacionamentos de veículos poderão funcionar. As academias de ginástica e pilates podem funcionar para atividades individuais, desde que seja mantida a distância de dois metros entre as pessoas e seja realizada a limpeza dos aparelhos. Os segmentos de estética, beleza e tatuagem poderão realizar atendimentos em domicílio ou individuais com hora marcada.

As atividades de escritório (imobiliária, contabilidade, engenharia, arquitetura, advocacia, turismo) serão permitidas desde que o local tenha ventilação natural e distanciamento entre os profissionais. O documento ressalta que as atividades que podem ser executadas em home office devem ser mantidas. As áreas comuns devem permanecer fechadas ou com acesso restrito. Viagens a trabalho devem ser evitadas.

Restaurantes, padarias e outros podem realizar o atendimento in loco com no máximo 30% da capacidade de ocupação. As entregas deverão ser priorizadas.
As igrejas poderão funcionar com regras de dois metros de distanciamento e 30% da capacidade, além de ficar recomendado o uso de máscaras, manutenção das condições de higiene e etiqueta respiratória.

As cirurgias eletivas devem ser retomadas, desde que não necessitem internação, assim como os atendimentos ambulatoriais.

Empresas de todos os segmentos devem considerar a implantação de horários escalonados para reduzir a aglomeração no transporte público também devem aumentar a limpeza de superfícies.

Nessa etapa, as escolas permanecem fechadas, assim como continuam proibidas visitas a hospitais e instituições de longa permanência de idosos.

SEGUNDA FASE

Na segunda fase serão mantidos os serviços da primeira etapa, mas também será permitida a abertura dos shoppings, desde que cumpram a limitação de 50% da capacidade. O controle será feito pelas vagas de estacionamento.

Restaurantes e padarias e outros serviços de alimentação poderão atender in loco, mas com 50% da capacidade. Ainda ficará recomendado priorizar as entregas em domicílio. A medida inclui as praças de alimentação dos shoppings.

Cinemas, estádios e teatros poderão abrir com regras de distanciamento, desde que sejam utilizados até 30% da capacidade, com recomendação do uso de máscaras. Espaços como museus e bibliotecas poderão funcionar também com 30% de ocupação.

As igrejas serão autorizadas a funcionar com 50% da capacidade, com recomendação de uso de máscaras, distanciamento de dois metros entre as pessoas e manutenção de condições de higiene e etiqueta respiratória.

Instituições de ensino poderão reabrir com menor ocupação (exemplo: uma semana com aulas virtuais e outra semana com aulas presenciais por séries ou turmas), regras rígidas de distanciamento entre mesas e cadeiras (mais de 1,80 metro), ventilação das salas de aula, higienização de superfícies, interrupção periódica de atividades para lavagem de mãos ou uso de álcool gel, limitação de alunos em áreas comuns, como refeitórios e pátios, para manter distanciamento.

Pais que puderem manter crianças em casa deverão ser estimulados, sem prejuízo de registro de faltas.

As viagens de trabalho devem acontecer o mínimo possível. Cirurgias eletivas que precisem de internação poderão acontecer.

TERCEIRA FASE

Os serviços das fases anteriores serão mantidos.

As escolas de esportes, clubes e academias poderão ser reabertos para atividades de contato. Estabelecimentos de ensino, instituições religiosas e todos os estabelecimentos comerciais ou de escritório poderão funcionar com 100% da capacidade, desde que mantenham as regras de etiqueta respiratória, higienização de mãos e ambiente para trabalhadores e usuários. O uso de máscara deverá ser estimulado.

Bares e casas noturnas abrirão com 50% de ocupação.

Cinemas, estádios e teatros poderão funcionar com 50% da ocupação e uso de máscaras.

Estarão liberadas, com regras rígidas de higiene, distanciamento e uso de máscaras, as visitas às instituições de longa permanência de idosos (ILPI) e hospitais.

As viagens poderão ser realizadas se forem essenciais.

No final da última fase, se a epidemia estiver controlada, haverá a volta à normalidade.

Confira o plano completo no https://covid-19.campinas.sp.gov.br/recomendacoes-tecnicas

Recomendações

As pessoas devem sempre usar máscaras e evitar ficar muito tempo em cheios. “Estamos convencidos que este é o momento. Mas isso só será possível se tivermos uma grande responsabilidade compartilhada. Na área da saúde nós nos preparamos agregando leitos públicos e privados, ampliamos os leitos com a introdução do AME (Ambulatório Médico de Especialidades), o HC da Unicamp está ampliando leitos, estamos preparando o Hospital de Campanha e contratamos 108 leitos de parceiros”, afirmou o secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza.

Para que os estabelecimentos possam retornar ao trabalho de acordo com o cronograma do plano, que será publicado em Diário Oficial, o responsável legal passará por uma capacitação online.

  

Comentários