PREFEITURA DE JAGUARIÚNA INICIA ‘CENSO ANIMAL’ INÉDITO PARA CONTAGEM E IDENTIFICAÇÃO DE PETS NA CIDADE

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio do Departamento de Zoonoses e Bem-Estar Animal da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou o “censo animal” com o objetivo de contar e identificar os animais domésticos na cidade. É a primeira vez que esse tipo de levantamento será realizado em Jaguariúna.

Para fazer o censo, a Administração está aproveitando o recadastramento do Cartão Cidadão. Ao realizar o recadastro, o cidadão informa se possui algum tipo de pet em casa. Se a resposta for positiva, a pessoa receberá um link para preenchimento do formulário “Parâmetros da dinâmica populacional de cães e gatos domiciliados”, para identificação e perfil dos animais.

Segundo a secretária de Saúde de Jaguariúna, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, “essas informações serão muito importantes para melhorar a saúde dos animais, para verificar se a castração está sendo eficiente, conhecendo a real vulnerabilidade para diminuir os maus-tratos”.

“Assim, poderemos melhorar os serviços já existentes para os animais e, com as informações dadas pelos tutores, direcionar e acrescentar novos projetos e ações que busquem melhorias para eles”, completa a secretária.

Todas as ações coletadas ajudarão no programa de saúde animal de Jaguariúna, que conta com o Posto de Atendimento Médico-Veterinário, Castra-Móvel e clínicas credenciadas.

“O censo animal dará informações que nos permitirão atuar de forma mais efetiva em diversas áreas que busquem a saúde e o bem-estar animal”, avaliou José Eduardo Chaib de Moraes, coordenador e médico veterinário da Secretaria Municipal de Saúde.

“O censo nos direcionará no sentido de melhorar os serviços já existentes e ainda implantar novos projetos buscando sempre a melhoria dos animais”, comentou a veterinária Débora Conceição Barbosa Moreira Fattore, diretora do Departamento de Zoonoses e Bem-estar Animal.

No ano passado, pela segunda vez consecutiva, Jaguariúna ficou entre as melhores cidades amigas dos animais. O município participou do 2º Prêmio Cidade Amiga dos Animais, realizado pela World Animal Protection – Proteção Animal Mundial (WAP) com parceria da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e Organização Pan-americana de Saúde (OPAS). Jaguariúna conquistou o 8º lugar, na categoria “Estruturas e políticas efetivas e sustentáveis”.

  

Comentários