Prefeitura e Câmara discutem ações de combate a Covid-19

As ações de combate a proliferação da Covid-19 envolvendo desde a infraestrutura destinada ao atendimento aos pacientes até o controle de disseminação do coronavírus através da quarentena foram discutidas na sexta-feira (24). Na ocasião, a vice-prefeita Lúcia Tenório e o chefe de Gabinete Guto Urbini acompanhados por secretários municipais e técnicos da Secretaria de Saúde compareceram na Câmara Municipal e repassaram planilhas, detalharam planos e frentes de trabalho do governo municipal na luta contra a pandemia.

Investimento

Quase R$ 500 mil foram investidos pela Prefeitura em produtos e contratação de profissionais para os postos de atendimento. Nesta relação estão incluídas a aquisição de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) – máscaras faciais cirúrgicas e de tecido, álcool em gel, aventais descartáveis, óculos de segurança, dentre outros – aos servidores da Saúde, além de testes para o novo coronavírus (Covid-19) e Influenza Tipo A (H1N1).  A admissão de médicos também integra o pacote de investimentos. As medidas estão inseridas dentro do pacote de R$ 7 milhões reservadas pela Prefeitura para as operações contra o coronavírus e a dengue, além de mais R$ 2 milhões em repasses feitos pelos governos federal e estadual.

Assistência

O governo municipal também começará a receber 200 cestas básicas semanalmente, a partir de terça-feira (28). Os produtos adquiridos emergencialmente serão destinados à população carente inscritas no Cadastro Único, sistema que integra os programas sociais. A Administração Municipal já distribuiu aproximadamente 180 cestas básicas diretamente   nas residências de famílias com menor poder aquisitivo ou cuja renda diminuiu de forma drástica neste momento de isolamento social.

Hospital de campanha

Os governos municipal e estadual firmaram parceria com o objetivo de ampliar o número de leitos destinados aos pacientes com sintomas da Covid-19. Além da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), Santa Casa e o Ambulatório de Síndromes Gripais, o município terá um hospital de campanha na Rede Lucy Montoro, na zona Oeste. No local serão instalados 18 leitos ambulatoriais e seis de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). No total, os locais de atendimento na rede pública de saúde disponibilizam aproximadamente 120 leitos ambulatoriais e 20 leitos de UTI contabilizados 20 respiradores mecânicos.

  

Comentários