Preto Eventos tem registro deferido pelo TSE e assumirá como vereador na Câmara Municipal

Na terça-feira, dia 4 de julho, o Tribunal Superior Eleitoral – TSE, por decisão da ministra relatora Rosa Weber, deferiu o registro da candidatura do vereador do PRP, Antônio Carlos Cavalaro (Preto Eventos). Com a decisão, Preto vai assumir uma cadeira na Câmara Municipal, se juntando aos demais vereadores da casa.

Após decisão desfavorável na semana passada, o tribunal reconsiderou e deferiu o registro da candidatura. A decisão foi tomada tendo como critério o caso da candidata Claudia do Posto que na semana passada, teve sua candidatura deferida. Analisando novamente a situação, a ministra considerou jurisprudência no caso, pois ambas as situações apresentaram semelhança.

Com 507 votos, Preto foi o segundo candidato mais votado na última eleição e agora após oito meses, vai assumir uma cadeira na Câmara Municipal. O vereador da coligação “Dá Pra Ser Mais”, comporá a bancada da coligação que somando seus membros, contará com seis vereadores, tendo assim, maioria politica na casa.

Ouvido pela equipe de reportagem do Jornal Possense, Preto ressaltou seu compromisso com seus eleitores e afirmou, “quero trabalhar para o povo, essa é minha intenção política. Trabalhar para quem me elegeu”, finaliza.

Ainda não há previsão para a data de posse do vereador, pois segundo a Câmara Municipal, a casa ainda não foi notificada oficialmente da decisão do tribunal. O departamento ainda aguarda os trâmites legais para regularizar a situação do vereador e assim empossa-la.

 Novo cenário político

 Com a decisão favorável do TSE e segundo o calculo do quociente eleitoral, Preto Eventos vai assumir como vereador no lugar da Claudia do Posto, pois obteve mais votos que a candidata dentro da coligação na qual ambos fazem parte.

 Apesar do novo cenário, após a decisão, a situação segue praticamente a mesma publicada anteriormente pelo Jornal Possense. Rafael Lanzi, do PPS, era vereador suplente e assumiu a cadeira após Dr. Fernando Serra aceitar o comando da secretaria de educação. Agora, Nene Perim, do PPS, fica como vereador suplente da casa. Após a entrada de Claudia e a recontagem de votos, que ainda irá ocorrer, Guilherme Ferreira, do PRB, e Joel Oliveira, do PSC, deverão deixar o cargo de vereador.

Matéria: Anderson Oliveira

  

Comentários