PROGRAMA “ASSISTÊNCIA SOCIAL NO SEU BAIRRO” REÚNE FAMÍLIAS E ESTUDANTES NO FLORIANÓPOLIS

A primeira edição do programa “Assistência Social no Seu Bairro” de 2020, realizada nesta quinta-feira, 30 de janeiro, das 9h às 15h, reuniu famílias e estudantes de várias faixas etárias na Escola Municipal Mário Bergamasco, no bairro Florianópolis, em Jaguariúna. É a segunda vez que a escola recebe o programa, que é promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e descentraliza os atendimentos do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), facilitando a vida da população. Segundo a secretaria, cerca de 500 pessoas estiveram presentes e 55 passaram pelo atendimento social.

Os visitantes puderam se divertir com a apresentação do cantor Alexandre Reys, além de contar com atividades como gincana e oficinas de artesanato, jogos, piquenique e pula-pula. As crianças se deliciaram com pipoca, algodão-doce, cachorro-quente e frutas, entre outras guloseimas. Também foi realizado atendimento social para os beneficiários do programa Bolsa Família.

“É um projeto que começou em 2017, com o objetivo de descentralizar o atendimento assistencial e promover uma ação social nos bairros”, disse a secretária de Assistência Social, Andrea Dias Lizun. Segundo ela, a recepção ao projeto tem sido muito boa. “São cerca de 400 pessoas que participam, em média, em cada edição do programa”, completou.

O prefeito Gustavo Reis visitou a escola pela manhã. Ele agradeceu a presença dos moradores, alunos e organizadores e destacou a importância do programa. “Vamos continuar sempre trabalhando para fazer esse atendimento especializado para vocês. Aproveitem e tenham um ótimo dia”, disse o prefeito.

A moradora Cleide Maria Sanches Turini trouxe os netos Murilo e Letícia, alunos da escola Mário Bergamasco, para participarem do programa. “É uma iniciativa muito interessante. Eu nunca tinha visto esse tipo de ação. É um momento de integração com outras famílias, é muito bom”, disse ela.

Karen Cristina, de 13 anos, é aluna da escola e aprovou a iniciativa. “Já participei da outra vez e é muito bacana”, afirmou. Denzes Wiliam Lopes, de 11 anos, também estudante da escola, gostou das brincadeiras. “´É muito legal, quero voltar quando tiver mais”, disse o garoto.

Reportagem: Ricardo Alécio

Foto: Samuel Oliveira

  

Comentários