fbpx

Promoção Social mobiliza elabora plano de ajuda para pessoas em situação de rua

Representantes das secretarias de Promoção Social, Saúde, Esporte e Defesa Social, CAPSad, e membros das entidades Samaritano, Casa do Pão e César Bianchi se reuniram na manhã da última terça-feira para a segunda etapa da discussão e elaboração do Plano Municipal para as Pessoas em Situação de Rua. O documento deve ser concluído em até dois meses e abrangerá metas e ações a curto, médio e longo prazo para lidar com o assunto.

Conforme explicou a secretária de Promoção Social, Eliana Assugeni Sobreiro Dias, neste primeiro momento será feita a caracterização dessas pessoas em situação de rua, ou seja, uma busca ativa para descobrir a atual realidade desses cadastrados. Em seguida, será elaborado um banco de dados com essas informações que poderá ser acessado por todas as secretarias e entidades envolvidas na causa. “Deste modo, sempre que uma pessoa em situação de rua procurar por qualquer um dos serviços será possível identifica-la e, saber mais sobre seu histórico. Trata-se de um método de reconhecimento e monitoramento”, explica Eliana.

O terceiro passo a ser dado é o mapeamento da oferta de serviços destinadas a esses cidadãos como, por exemplo, banhos e refeições. “Queremos fazer uma organização de tudo o que já existe na cidade, sejam ofertados pelo setor público, entidade ou voluntários, para que possamos apresentar para essas pessoas”, disse a secretária.

Atualmente o cadastro do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social) conta com 66 pessoas em situação de rua, das quais 16 passam por lá diariamente e outras 35 comparecem com alguma frequência.

Além dessas primeiras ações, deverão ser criados protocolos de atendimento e encaminhamento entre as secretarias e instituições. Para concluir a elaboração do Plano Municipal para as Pessoas em Situação de Rua, a equipe de trabalho irá se reunir quinzenalmente e, após aprovado, o documento será apresentado.

  

Comentários