fbpx

Proposta do Plano Municipal de Saneamento Básico é apresentada e será discutida na Câmara

A proposta para o Plano Municipal de Saneamento Básico foi apresentada em uma reunião na Prefeitura Municipal no último dia 17 de abril. O presidente da Câmara, Ednei Rodrigues Silva (Esquerdinha/PPS), e o vereador Antonio Carlos Cavalaro (Preto Eventos/PRP), membro da Comissão de Obras, Planejamento, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo do Legislativo, participaram da audiência que teve a presença de diretores e técnicos da administração, além do prefeito municipal Norberto de Olivério Junior (PSD).

De acordo com o superintendente técnico da Prefeitura, Leonardo Granziera, o objetivo do Plano é atender as diretrizes legais com relação ao abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo de resíduos sólidos e drenagem e manejo de águas pluviais urbanas.

A prospecção do estudo realizado para elaboração do Plano tem alcance de 30 anos, considerando o espaço de tempo entre 2016 a 2045. “Ressaltamos que a elaboração de um Plano Municipal de Saneamento Básico se faz necessária, uma vez que possibilita a implantação de uma política pública para o tema, respeitando os princípios de meio ambiente, saúde, desenvolvimento territorial, entre outros. Além disso, este é um documento obrigatório para os municípios e impacta diretamente no repasse de recursos da União”, explicou Ganziera.

A proposta será encaminhada para votação na Câmara Municipal, e o Plano deverá passar por uma nova revisão dentro de quatro anos para que sejam feitos os ajustes e adequações na situação do saneamento básico do município.

  

Comentários