Reunião da Undime discute parceria entre Estado e municípios na Educação

Na quarta-feira (3), a Secretaria de Educação de Mogi Mirim participou da reunião mensal da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado de São Paulo). O encontro ocorreu no Centro Educacional “Alberto de Souza”, em Estiva Gerbi.

Representaram Mogi Mirim a secretária de Educação, Ana Lúcia Bueno Peruchi; a gerente, Célia Ataíde e a supervisora de escola, Seomara Pinto Guedes. Também estiveram presentes dirigentes da cidade anfitriã, Estiva Gerbi, além de Mogi Guaçu, Itapira e Conchal, que compõem o polo local. Pedreira e Santo Antônio de Posse enviaram representantes a convite da Diretoria de Ensino – Região Mogi Mirim.

Isto porque a pauta do encontro teve como foco a apresentação de informações por parte da dirigente regional de ensino, Regina Navas Santos. Foram tratados assuntos relacionados ao Estado em conjunto com os municípios, sobretudo em um viés de parceria entre estas esferas de governo.

Regina infirmou que a primeira Avaliação de Fluência Leitora 2021 teve o prazo prorrogado até o dia 12 de novembro. O exame objetiva analisar o desempenho individual na leitura e compreensão de textos escritos para diagnosticar eventuais lacunas no processo de alfabetização durante o período de pandemia.

O calendário de provas do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo), em nível estadual; e do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), em nível nacional, também foi abordado, com orientações sobre as aplicações.

O retorno das aulas presenciais, com a exposição de números e projeções, além de nortes para que os municípios executem a conclusão do atual ano letivo e o planejamento para o próximo também estiveram em debate, bem como os projetos de desenvolvimento projetados entre Estado e cidades, como o Painsp (Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo).

Segundo Regina, na prática, serão alteradas as diretrizes da forma de adesão e formalização da pactuação dos programas de Regime de Colaboração promovidos pela Seduc-SP, com a ideia de substituir o instrumento Convênio pelo modelo de Termo de Compromisso.“Os trâmites para formalização de Termos de Compromisso serão totalmente informatizados, fornecendo transparência e celeridade ao processo”.

O calendário escolar para 2022, anunciado pelo Estado exatamente no dia 3, foi outro assunto e serve de base para os municípios definirem as suas próprias agendas. As aulas no Estado ocorrerão entre 2 de fevereiro e 23 de dezembro. O cronograma ainda prevê recessos ao final do primeiro e terceiro bimestres. As férias serão mantidas nos meses de julho e janeiro. Também estão previstos dois períodos para recuperação nas férias entre 4 e 21 de janeiro e 11 e 22 de julho.Reunião da Undime discute parceria entre Estado e municípios na Educação

Na quarta-feira (3), a Secretaria de Educação de Mogi Mirim participou da reunião mensal da Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação do Estado de São Paulo). O encontro ocorreu no Centro Educacional “Alberto de Souza”, em Estiva Gerbi.

Representaram Mogi Mirim a secretária de Educação, Ana Lúcia Bueno Peruchi; a gerente, Célia Ataíde e a supervisora de escola, Seomara Pinto Guedes. Também estiveram presentes dirigentes da cidade anfitriã, Estiva Gerbi, além de Mogi Guaçu, Itapira e Conchal, que compõem o polo local. Pedreira e Santo Antônio de Posse enviaram representantes a convite da Diretoria de Ensino – Região Mogi Mirim.

Isto porque a pauta do encontro teve como foco a apresentação de informações por parte da dirigente regional de ensino, Regina Navas Santos. Foram tratados assuntos relacionados ao Estado em conjunto com os municípios, sobretudo em um viés de parceria entre estas esferas de governo.

Regina infirmou que a primeira Avaliação de Fluência Leitora 2021 teve o prazo prorrogado até o dia 12 de novembro. O exame objetiva analisar o desempenho individual na leitura e compreensão de textos escritos para diagnosticar eventuais lacunas no processo de alfabetização durante o período de pandemia.

O calendário de provas do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo), em nível estadual; e do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), em nível nacional, também foi abordado, com orientações sobre as aplicações.

O retorno das aulas presenciais, com a exposição de números e projeções, além de nortes para que os municípios executem a conclusão do atual ano letivo e o planejamento para o próximo também estiveram em debate, bem como os projetos de desenvolvimento projetados entre Estado e cidades, como o Painsp (Plano de Ações Integradas do Estado de São Paulo).

Segundo Regina, na prática, serão alteradas as diretrizes da forma de adesão e formalização da pactuação dos programas de Regime de Colaboração promovidos pela Seduc-SP, com a ideia de substituir o instrumento Convênio pelo modelo de Termo de Compromisso.“Os trâmites para formalização de Termos de Compromisso serão totalmente informatizados, fornecendo transparência e celeridade ao processo”.

O calendário escolar para 2022, anunciado pelo Estado exatamente no dia 3, foi outro assunto e serve de base para os municípios definirem as suas próprias agendas. As aulas no Estado ocorrerão entre 2 de fevereiro e 23 de dezembro. O cronograma ainda prevê recessos ao final do primeiro e terceiro bimestres. As férias serão mantidas nos meses de julho e janeiro. Também estão previstos dois períodos para recuperação nas férias entre 4 e 21 de janeiro e 11 e 22 de julho.

  

Comentários