fbpx

ROMU é criada para atuar em operações ostensivas

Com o objetivo de intensificar a atuação da Guarda Civil Municipal e resguardar ainda mais a segurança da população, a Prefeitura está criando o primeiro destacamento da ROMU (Ronda Ostensiva Municipal). O grupamento tem como foco o patrulhamento preventivo e planejado e a proteção dos espaços públicos, com atuação nos locais de maior incidência de criminalidade, como assaltos, furtos, uso e tráfico de entorpecentes.

Grupamento está sendo formado com oito guardas municipais, que passam por treinamento tático

Grupamento está sendo formado com oito guardas municipais, que passam por treinamento tático

A primeira equipe está sendo formada com oito membros voluntários dentro do quadro efetivo de Guardas Civis Municipais, que vêm passando por treinamento tático há cerca de um mês, sob a orientação de guardas municipais, policiais militares e civis credenciados.

A formação é teórica e operacional e inclui técnicas de abordagem, direção ostensiva, imobilização tática e Controle de Distúrbios Civis (CDC).

As ações da ROMU são realizadas em viaturas diferenciadas e envolvem um maior número de guardas municipais, caracterizando o trabalho ostensivo. Nas viaturas padrão da GCM, atuam dois guardas municipais, que solicitam apoio, se necessário. Na guarnição da ROMU, serão no mínimo três integrantes.

“Com a presença da ROMU na ação, com maior número de homens, ficam inibidas possíveis resistências e fugas, prevalecendo o trabalho ostensivo realizado pelo grupamento”, explica o Secretário de Segurança Pública, Luciano Ferreira de Mello. “A criação da ROMU está ocorrendo com aval do prefeito Gustavo Stupp, que viu a necessidade de atuação ostensiva da Guarda Municipal nas situações de maior incidência da criminalidade”, completou.

Um veículo tipo SpaceFox foi adaptado para as operações, na cor predominantemente preta, com giroflex, brasão da GCM no capô e portas dianteiras e portas do passageiro com as iniciais da unidade. Os integrantes da ROMU terão fardamento diferenciado. A caracterização seguiu diretrizes da Lei 13.022/2014, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais, levando em consideração as prerrogativas do Comando da GCM.

Os equipamentos utilizados pela equipe da ROMU são também diferenciados. Chamados de “equipamentos de choque”, se constituem em escudo, caneleira, cotoveleira e capacete, além de armamento letal e não letal adequados às operações.

Concluído o treinamento, que tem duração de cerca de dois meses, o destacamento da ROMU passará a atuar nas ruas diariamente, em planejamento conjunto com o Comando da GCM. A ideia é que, após a capacitação da primeira turma, outros grupamentos da ROMU sejam formados.

Na última quarta-feira (1º), a ROMU realizou o primeiro treinamento nas ruas e já obteve êxito no combate ao tráfico de entorpecentes. Na operação, realizada na zona Leste, foram apreendidas pedras de substância entorpecente e um montante em dinheiro. Três pessoas foram encaminhadas à Central de Polícia Judiciária.

“Nessa primeira ação, os homens da ROMU colocaram em prática o treinamento que receberam. Ao final da formação, a equipe estará devidamente preparada para o trabalho ostensivo diário”, conclui Mello.

CRIAÇÃO
A ROMU foi inicialmente criada na capital e na região metropolitana, se estendendo para outros municípios da região.  Com o objetivo de intensificar as ações de segurança, integrantes da corporação visitaram Secretarias de Segurança de diversos municípios da região e constataram que a atuação das ROMUs nessas localidades contribuiu para diminuir os índices de criminalidade, já que seus integrantes passam por treinamentos diferenciados e especializados na prevenção e repressão ao crime.

A criação da ROMU em Mogi Mirim foi proposta pelo vereador e Guarda Civil Municipal Manoel Palomino, através de minuta de projeto de lei. No entanto, a criação e atuação da ROMU não necessariamente necessita de legislação específica. Assim, a corporação mogimiriana se organizou para criar o grupamento e atuar de forma ostensiva com equipe capacitada.

  

Comentários