Saiba como identificar vazamentos internos de água em casa

Ação de observação e conferência da estrutura pode evitar cobranças indevidas e o desperdício de água potável

Há diversas razões para uma residência gastar mais água do que deveria, em especial se as instalações já forem muito antigas ou se foram instaladas de forma inadequada. Mas, uma das coisas mais comuns e que muitas pessoas não percebem, é a presença de vazamentos internos nos domínios da residência, algo que pode ser corrigido logo que for identificado o problema.
Os escoamentos indevidos de água nas casas normalmente são imperceptíveis, de forma subterrânea ou interna na estrutura da residência, casos como esse podem gerar aumento na conta de água além do desperdício de água potável.
Renan Elias, Coordenador operacional da Sanor, empresa responsável pelos serviços de captação, tratamento e distribuição de água, coleta e tratamento de esgoto de Orlândia, orienta sobre uma forma simples que pode gerar a identificação de um vazamento em casa: “Pela manhã, se não tiver usado nenhuma torneira ou qualquer outro equipamento que libere água, como vaso sanitário ou chuveiro, nas últimas 5 horas na residência, verifique se o relógio do hidrômetro está rodando. Se sim, há um vazamento interno na casa”, explica o coordenador.
Outro teste simples de se fazer, baseado na observação do morador, é a de verificar o caminho das tubulações embutidas nas paredes e rufo. A orientação é bater com a mão, ou outro objeto, ao longo de toda a extensão dos canos. Fique alerta se o som sai diferente em alguma parte. Vasculhe também por manchas de mofo, umidade, soltura no revestimento das paredes, pisos e rebocos soltos ou coloração diferente na textura e pintura.
Renan também orienta uma ação mais complexa, mas que pode ajudar a identificar um escoamento indevido: “Em qualquer horário do dia, feche o registro do hidrômetro, em seguida abra alguma torneira com alimentação direta da rede de distribuição de água e aguarde até que a água pare de sair. Imediatamente, coloque um copo cheio de água na boca da torneira, se a água for ‘sugada’ pela torneira, é um indício que existe vazamento”, comenta Renan.
É importante ressaltar que existem métodos mais precisos e técnicos para realizar a identificação correta do tipo de vazamento interno, localidade e a melhor forma de extinguir o problema, mas é importante a ação primária do morador para averiguar o problema.
Ao identificar o vazamento, é de suma importância acionar um serviço especializado e realizar o reparo, evitando cobranças que não condizem com o consumo da residência, além de evitar o desperdício de água potável.
  

Comentários