fbpx

Sala de Mamografia é inaugurada na sexta e exames já começam na próxima semana

Será inaugurada nesta sexta-feira, 10 de maio, a Sala de Mamografia ‘Vanda da Silveira Moraes Soriani’. Instalada no setor de Raio-X do Hospital Municipal, o novo espaço abriga o mamógrafo adquirido pela Secretaria Municipal de Saúde que entrará em funcionamento já na próxima semana.Inicialmente, serão realizados 25 exames ao dia, de segunda a sexta-feira, mediante agendamento da UAC (Unidade de Avaliação e Controle) da Secretaria de Saúde.

Com uma média de 500 exames realizados ao mês, a previsão é que a fila de espera do exame no município seja zerada em três meses ou menos, pois a pasta dará continuidade à parceria com prestadores (AME e Santa Casa de Itapira) e estuda a ampliação de técnicos e da oferta de exames ao dia. As primeiras pacientes que já estão com pedido aguardando agendamento começarão a ser convocadas nos próximos dias.

Diferente do preconiza o Ministério da Saúde – que mulheres com 45 anos ou mais e sem fatores de risco façam o exame a cada dois anos – em Itapira o exame será realizado em todas as pacientes mediante pedido do médico ginecologista. Todos os agendamentos serão feitos pela UAC.

Diagnóstico

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil. Também acomete homens, porém é raro e representa menos de 1% do total de casos da doença. Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Segundo dados do Datasus, em 2016 foram registrados 16.069 óbitos em mulheres no Brasil decorrentes de neoplasia maligna de mama. O auto exame e a mamografia são os principais meios de se detectar alterações mamárias. Exames complementares como ultrassonografia e/ou biópsia também auxiliam no diagnóstico da neoplasia.

 

Sobre a homenageada

Vanda da Silveira Moraes Soriani nasceu em 24 de agosto de 1960 na cidade de Astorga (PR). Filha de Florivaldo Bueno de Moraes (in memorian) e Nylza da Silveira Moraes, tem duas irmãs: Vania Silveira de Moraes e Vany Silveira Moraes Barel.

Veio para Itapira em 1974, onde estudou na Escola ESO (Elvira Santos de Oliveira) da 6ª série ao 2º Grau. Trabalhou no Sepin e na Fábrica de Papelão Nossa Senhora da Penha.

Em 1990, casou-se com Antônio Carlos Soriani e teve dois filhos: Alessangela Maria Soriani e Antônio Carlos Soriani Júnior.

Em 1993, Vanda sofreu o primeiro grande choque de sua vida, que foi a perda do marido em um acidente automobilístico. Dois anos depois, em busca de voltar à rotina de trabalho e ao mesmo tempo ficar perto dos filhos, abriu a Floricultura Natureza, a qual está em funcionamento até hoje e é uma das floriculturas mais conhecidas da cidade.

Em 2012, Vanda teve um segundo grande choque na vida com a descoberta de um câncer de mama. Sempre forte, deu início ao tratamento. Logo em 2013, foi convidada pelo psicólogo Dr. Maurício Nunes de Mattos para participar de encontros realizados na Rede Básica de Saúde com mulheres que estavam em tratamento de câncer de mama.

Incentivada por tantas histórias de superação, Vanda, Dr. Maurício e as outras pacientes deram início ao projeto da Associação Pétalas de Rosas, que foi oficialmente fundada em 08 de março de 2014 sob a presidência de Vanda. Em 2016, a Prefeitura cedeu à Associação uma sala exclusiva para atendimentos e encontros, situada no prédio da Secretaria de Promoção Social.

Após cinco anos de sua fundação, a Associação mantém sua proposta de apoiar mulheres que estão ou concluíram o tratamento contra diferentes tipos de neoplasia e também o de promover ações de prevenção ao Câncer de Mama, especialmente no Outubro Rosa.

  

Comentários