Saúde reforça importância da vacinação em Semana de Combate à Polio

Neste sábado, dia 24 de outubro, é celebrado o Dia Mundial de Combate à Poliomielite. Em função disso, o departamento municipal de Saúde de Holambra reforça a importância da prevenção por meio da vacina, disponível gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde. Transmitida por um vírus, a doença não tem cura, ataca o sistema nervoso central principalmente de crianças menores de cinco anos de idade e pode levar à paralisia.

“O Brasil não registra casos de poliomielite desde 1994”, conta o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias. “Entretanto, até que a doença seja erradicada em todo o mundo, existe o risco de que o vírus volte a circular aqui. Para que a situação continue sob controle é fundamental que todas as crianças entre 1 e 4 anos sejam imunizadas”. Ele explica ainda que apesar da campanha nacional de multivacinação ter começado no início do mês, a procura por esta dose na cidade está baixa. “Temos 888 crianças desta faixa etária no município e até agora apenas 200 foram imunizadas”, disse.

Em Holambra a dose está disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h, nos PSFs Santa Margarida e Imigrantes. Na unidade do Fundão o atendimento é realizado às terças-feiras das 13h ?às 15h30. É importante levar o Cartão Cidadão e a caderneta de vacinação.

 

Poliomielite

A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença contagiosa aguda transmitida através do contato direto com as fezes ou com secreções expelidas pela boca de pessoas contaminadas. Os sintomas variam de acordo com a gravidade da infecção. Entre os sinais mais característicos estão febre, mal-estar, dores de cabeça, de garganta e no corpo, vômitos, diarreia, rigidez na nuca e flacidez muscular que afeta, em regra, um dos membros inferiores.

  

Comentários