Técnica em enfermagem é a primeira a ser vacinada contra a Covid em Jaguariúna

“Foi um grande prazer ter sido escolhida.” Com essa frase, carregada de emoção ao pronunciar cada palavra, a técnica em enfermagem Silvana de Cássia Silva Fante, de 51 anos, resumiu o momento histórico que acabara de presenciar – e do qual foi protagonista –, ao ser a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Jaguariúna. Ela recebeu a primeira das 600 doses da Coronavac que chegaram na tarde desta quinta-feria, dia 21 de janeiro, à cidade.

Como funcionária do Pronto-Socorro do Hospital Municipal Walter Ferrari, Silvana fala com propriedade sobre a importância da vacinação. “É o momento mais esperado, principalmente pra gente da área da saúde. Estamos necessitando muito dessa vacina. Ela é muito importante. Foi um grande prazer ter sido escolhida para receber a primeira dose”, declarou.

Silvana foi imunizada na sede da Vigilância Epidemiológica de Jaguariúna, logo após a chegada do primeiro lote de vacinas, enviado à cidade pelo Governo do Estado por meio do Instituto Butantan. Moradora do bairro Capotuna, Silvana é “nascida e criada” em Jaguariúna.

Funcionária do Pronto-Socorro do Hospital Municipal Walter Ferrari e atuante na área da saúde há 20 anos, ela está na linha de frente contra o coronavírus desde o início da pandemia, em março do ano passado. “É um sentimento de alegria e alívio para todos nós. É um momento de estresse enorme para nós, da área da saúde. Por isso, essa vacina é uma grande esperança para a população”, disse Silvana.

Ela não teve Covid, mas perdeu um cunhado, de 46 anos, para a doença, há quase um ano. Por isso, reforça a necessidade de todos tomarem a vacina, de acordo com as fases de prioridade estabelecidas. Silvana está confiante de que não haverá reação negativa da população à imunização. “As pessoas estão esperando por isso. Inclusive, já tem muita gente procurando a vacina no hospital”, relatou.

VACINAÇÃO

A Secretaria de Saúde de Jaguariúna iniciou nesta sexta-feria (22) a vacinação contra a Covid-19. Neste primeiro momento, serão vacinados apenas os profissionais da linha de frente de atendimento de pacientes com Covid e moradores de lares de permanência de idosos.

Todas as 600 unidades da Coronavac serão utilizadas integralmente como primeira dose, devendo uma segunda dose ser aplicada após 21 dias da primeira. Ao todo, são 1.378 profissionais de saúde da cidade, que deverão ser imunizados até março, segundo calendário divulgado pelo Governo do Estado.

“Mas agora a nossa prioridade são os profissionais da linha de frente, aqueles que atuam na Unidade de Campanha, pronto-socorro e internação do Hospital Municipal”, explica a secretária municipal de Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão.

A estimativa do município é vacinar cerca de 10 mil pessoas até março. A campanha depende da disponibilidade de doses da vacina, que serão enviadas pelo Governo do Estado.

Mesmo com a vacinação, a Secretaria de Saúde de Jaguariúna reforça a necessidade de a população continuar com os cuidados sanitários e de distanciamento social que são fundamentais para o controle da propagação do coronavírus.

  

Comentários